Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Flávio Pereira Na CPI, Osmar Terra lamenta má gestão dos Estados no combate à pandemia

Compartilhe esta notícia:

Deputado federal gaúcho enfrentou ontem senadores da oposição na CPI da Covid. (Foto: Divulgação/Senado)

O médico e deputado federal gaúcho Osmar Terra (MDB) enfrentou ontem na folclórica CPI da Covid no Senado, as contradições que lhe foram apresentadas pelos senadores da oposição. A oposição tentou constranger Terra, apresentando vídeos antigos e fora do contexto, para desqualificá-lo.

O deputado gaúcho denunciou essa estratégia da oposição que buscou vinculá-lo a um imaginário “gabinete paralelo” que prestaria assessoramento ao presidente Jair Bolsonaro. Lamentou, também, que a condução das ações de enfrentamento da pandemia pelos governos estaduais, determinada pelo STF, tivessem levado o País ao atual número de óbitos.

Mencionou em especial os Estados do Rio Grande do Sul e São Paulo, “com as maiores médias de óbitos entre os Estados brasileiros, mesmo possuindo ótimas estruturas de saúde, o que evidencia o fracasso da estratégia desses governos”.

Lembrando Drauzio Varela: “Covid é um resfriadinho”

Quem falou em “resfriadinho”? O senador Marcos Rogério (DEM/Rondônia) apresentou um vídeo que já viralizou nas redes sociais, no qual o médico Drauzio Varela afirmava, em 30 de janeiro de 2020, antes do carnaval, que a pandemia da Covid não passaria de “um resfriadinho sem maiores consequências”, e que “não acho que se justifique qualquer mudança nos hábitos”.

A veiculação do vídeo gerou um bate-boca entre Marcos Rogério, que defende o governo de Jair Bolsonaro, e senadores que fazem oposição ao presidente da República. O senador disse que ficou desmascarada a parcialidade dos membros da CPI:

“O Brasil está vendo a narrativa que a oposição tenta construir. Pegam vídeos antigos de Osmar Terra para desmoralizá-lo. Mas quando exibo vídeo da mesma época de Drauzio minimizando a Covid, voltam à cantilena: ‘é vídeo antigo’. É a hipocrisia revelada!”.

“Aloprados” da oposição na CPI

Depois da exposição de vídeos descontextualizados do deputado Osmar Terra, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) disse que Marcos Rogério estaria “promovendo desinformação” ao expor o vídeo de Drauzio Varela. Marcos Rogério chamou os adversários de “aloprados” e a discussão se instalou.

E agora? Fabricante de urnas eletrônicas pede voto em papel

Principal fabricante de urnas eletrônicas dos Estados Unidos, a Election Systems and Software anunciou que mudou de opinião sobre segurança eleitoral. Agora, a empresa pede que o governo obrigue que todas as máquinas emitam um comprovante de voto em papel.

Começou a circular nas redes socais a reprise de uma apresentação, onde o professor de Ciência da Computação da Universidade de Michigan, J. Alex Halderman, mostrou, ao vivo, na TV americana, como era fácil alterar o resultado da eleição.

Em uma urna eletrônica que não emite separadamente cada voto em papel, três voluntários votaram em um único candidato, mas na hora de imprimir o relatório final com o resultado, o opositor ganhou por dois votos a um.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Média diária de vacinas passa de 1 milhão em junho
Festival de títulos
Deixe seu comentário
Pode te interessar