Domingo, 14 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Light Rain

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Fórmula 1 Na Fórmula 1, Charles Leclerc é punido com dez posições no grid do Canadá

Compartilhe esta notícia:

Ferrari e o piloto escolhem trocar o controle eletrônico do motor para evitar falha que o tirou da prova do Azerbaijão. (Foto: Reprodução)

Charles Leclerc e Ferrari escolheram assumir a consequência de perder dez posições no grid da largada do GP do Canadá para ter um carro melhor no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, neste domingo (19).

O piloto ferrarista foi punido por trocar o controle eletrônico do motor, parte do veículo que falhou no GP do Azerbaijão, na semana passada, e o obrigou a abandonar a prova.

“Bem, obviamente vou começar um pouco mais atrás”, disse Leclerc sobre a penalidade. “Mas acho que foi a melhor decisão a tomar, então vamos ver como vai ser. Os treinos livres foram um pouco mais difíceis do que eu esperava, mas sim, quero dizer, o ritmo está lá, então espero que possamos voltar para onde queremos estar”, completou.

Esta foi a terceira troca de conjunto eletrônico efetuada pela Ferrari na temporada, situação na qual é prevista a punição com perda de posições. Leclerc, portanto, ficará dez posições abaixo da conquistada no treino classificatório.

“Está bem próximo”, disse Leclerc sobre a disputa entre Red Bull e Ferrari. “O ritmo de corrida é o que precisamos trabalhar. Quero dizer, é um pouco difícil ter uma imagem clara porque eu estava em um composto diferente o tempo todo, mas no geral, não parecia tão ruim, então isso é bom”, concluiu.

O monegasco é o terceiro colocado do Mundial de Pilotos, com 116 pontos, atrás da dupla da Red Bull. Verstappen é o primeiro, com 150, e Sergio Pérez é o segundo, com 129. No Mundial de Construtores, a Red Bull lidera com 279 pontos contra 199 da Ferrari.

Verstappen

Max Verstappen confirmou o favoritismo da RBR no GP do Canadá e, debaixo de chuva, encarou condições adversas para conquistar a pole position da etapa. Ele anotou 1m21s299 nos pneus intermediários, e estará acompanhado na ponta por Fernando Alonso; após dez anos, o espanhol volta a largar da primeira fila, posto que não ocupava desde sua pole no GP da Alemanha de 2012. Carlos Sainz parte em terceiro ao lado de Lewis Hamilton, que superou na bandeirada.

As condições úmidas que atrapalharam o terceiro treino livre se mantiveram até o fim do Q2. A classificação foi paralisada pelas batidas de Alexander Albon e Sergio Pérez ainda no começo do segmento intermediário; sem o colega, Verstappen largará desprotegido na prova deste domingo.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Fórmula 1

Fernando Alonso apoia rigor da Federação Internacional de Automobilismo, mas pede “outro formato” de classificação na Fórmula 1
Na Fórmula 1, Max Verstappen vence o GP do Canadá e se mantém na liderança
Deixe seu comentário
Pode te interessar