Domingo, 31 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Cloudy

Grêmio “Não chegou nada oficial do Napoli pelo Everton”, afirma vice-presidente do Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Atacante está no radar do clube italiano

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Após a repercussão da imprensa italiana sobre a eminência de uma investida do Napoli por Everton, o Grêmio ainda não recebeu nenhuma proposta oficial pelo atacante. A situação foi apresentada pelo vice-presidente Cláudio Oderich, em entrevista ao programa Café com Futebol, da Rádio Grenal, nesta terça-feira (19).

Conforme Oderich, o clube acompanha o interesse do clube italiano através da imprensa, mas crê que algum movimento de negociação possa ocorrer apenas no retorno do futebol no país.

“Não chegou nada oficial do Napoli pelo Everton. Sabemos do interesse, mas não tem nada na mesa. Acredito que só possa haver um movimento mesmo quando o futebol voltar lá na Itália”, declarou o vice-presidente.

Conforme o jornal italiano Gazzetta dello Sport, o Napoli prepara um oferta de 25 milhões de euros (cerca de R$ 157,4 milhões) para levar o principal jogador do tricolor. A volta à carga por Cebolinha, que já vem desde o ano passado, agora, tem como pretensão a substituição ao atacante José Callejon, que tem contrato se encerrando em junho e não deve seguir na equipe.

Retorno das competições

Enquanto a volta do futebol segue apenas como projeção, Cláudio Oderich avalia que todas as competições do calendário deverão ser cumpridas, especialmente pelo aspecto financeiro do clubes afetado pela crise da Covid-19.

“Acredito no retorno do Gauchão. Se algum clube não puder receber jogos, ele pode atuar em outra cidade. Acho também que o Brasileirão e a Libertadores voltam, isso por conta da necessidade financeira dos clubes. Os clubes estão adiando as suas contas, mas vão precisar pagar, e vão necessitar do dinheiro do Brasileiro e da Libertadores. Acho que as duas voltam, mesmo que seja necessário jogar de três em três dias ou avançar 2021”, afirmou o dirigente do Grêmio.

O cenário atual, na visão do vice-presidente, também irá provocar mudanças na avaliação dos clubes: “Muitos clubes vão precisar rever as suas questões no aspecto financeiro. Vão precisar ir por uma linha que o Grêmio já segue desde o início da gestão do presidente Romildo, que é o bom aproveitamento dos jovens da base.”

Situação de Marco Bobsin

Durante a entrevista, Oderich também comemorou o progresso na recuperação do companheiro de clube, Marco Bobsin, vice-presidente do Grêmio, que após contrair a Covid-19, deixou a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e está no quarto: “Marco Bobsin ficou 63 dias no hospital e vários na UTI. Entrei com ele pra fazer o exame, saí e ele ficou. Foram vários dias de tristeza. Hoje, estamos felizes em ele ter ganho alta da UTI. Já está melhor e no quarto.”

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Grêmio

Em processo de recuperação, Leonardo Gomes volta a sentir dores e passará por nova avaliação no Grêmio
O Grêmio dedicou a terça-feira aos treinos de força
Deixe seu comentário
Pode te interessar