Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Mostly Cloudy

Mundo Nova York adia refeições dentro dos restaurantes devido à explosão de casos de coronavírus nos Estados Unidos

Compartilhe esta notícia:

A cidade de Nova York registrou mais de 22 mil mortos por coronavírus desde março

Foto: Reprodução
A cidade de Nova York registrou mais de 22 mil mortos por coronavírus desde março. (Foto: Reprodução)

Nova York adiou autorizar refeições dentro dos restaurantes, que seriam permitidas na próxima segunda-feira (06), devido ao rápido aumento de casos de novo coronavírus em outros estados do país após a reabertura, anunciou o prefeito Bill de Blasio nesta quarta-feira (1º).

Os casos em Nova York, anteriormente o epicentro da pandemia nos Estados Unidos, diminuíram bastante nas últimas semanas. A cidade iria entrar na terceira fase de reabertura na segunda-feira, 6 de julho, que prevê refeições dentro de restaurantes e bares, com capacidade limitada.

“Não é o momento de avançar para refeições dentro dos restaurantes”, disse o prefeito De Blasio em coletiva de imprensa. “Acredito que todos compartilhamos da preocupação de que comer dentro de um restaurante se tornou problemático”, acrescentou em relação ao aumento de casos da Covid-19 em outros estados do país que decretaram a reabertura muito cedo.

Nova York, o primeiro epicentro nos EUA

A cidade de Nova York registrou mais de 22 mil mortos por coronavírus desde março, enquanto as mortes em todo o estado de Nova York ultrapassam as 32 mil. Todos os estabelecimentos de entretenimento da cidade estão fechados e os teatros da Broadway não planejam reabrir antes de janeiro de 2021.

No auge da pandemia, em meados de abril, 799 pessoas morreram em 24 horas no estado de Nova York. No fim de semana passado, as mortes diárias caíram para cinco.
A fase dois da reabertura em Nova York começou na segunda-feira da semana passada e permitiu a reabertura de salões de beleza e refeições em pátios e terraços de restaurantes e bares, com capacidade limitada e distanciamento social.

As praias municipais, principalmente Coney Island e os Rockaways, abriram para o banho nesta quarta-feira, e o prefeito anunciou que abrirá 15 piscinas municipais antes de 1º de agosto, com capacidade limitada.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Havana deixa o confinamento e toda Cuba volta ao normal
México registra 28.510 mortes por coronavírus e supera a Espanha
Deixe seu comentário
Pode te interessar