Sábado, 18 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Mist

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Acontece Opção por pagamento via carnê cresce no varejo nacional em 2017

Compartilhe esta notícia:

(Foto: Banco de Dados)

O sistema Meu Crediário, que auxilia os varejistas a oferecerem a opção de pagamento a prazo via carnê em seus estabelecimentos, teve um crescimento de 300% em quantidade de lojas atendidas em 2017, em relação ao último ano.

Durante o segundo semestre, a ferramenta atingiu a marca de R$ 2 milhões analisados por mês, em solicitações de crédito. O sistema Meu Crediário é responsável por diversas etapas da gestão de crediário, desde uma cuidadosa análise de crédito do consumidor até auxílio para cobrança. “Esperávamos atingir esse número em dezembro, porém já superamos a meta no mês de setembro”, comemora Jeison Schneider, sócio fundador do Meu Crediário.

O ano se encerra com mais de 200 lojas utilizando o sistema nacionalmente, somando cerca de R$ 25 milhões movimentados no mercado varejista, em operações com pagamento a prazo realizadas via Meu Crediário ao longo de 2017. No ano passado, este número era de cerca de R$ 8 milhões.

Parte desse crescimento é devido à estratégia de expansão do Meu Crediário, que tem sede em Santa Catarina, realizada nas regiões Nordeste e Centro-Oeste durante o segundo semestre. Atualmente, cerca de 25% de toda a base do sistema é proveniente destas regiões, movimentando cerca de R$ 6 milhões no varejo local.

Inadimplência

Entre as lojas que utilizam o sistema Meu Crediário, Minas Gerais é estado o que concentra o menor índice de inadimplência, (0,88%). Em seguida, estão Piauí (1,01%), Goiás (2,88%), e Santa Catarina (2,97%). A inadimplência média nacional das lojas que trabalham com o Meu Crediário está em 2,64%.

“Estes índices de inadimplência são possíveis graças ao modelo de análise de crédito que utilizamos, específico para lojas de confecção e calçados. Enquanto o varejo tradicional está preocupado em como cobrar o cliente devedor, as lojas que trabalham com nossa plataforma, focam energia na análise de crédito, reduzindo significativamente os gastos com cobrança e aumentando o potencial de vendas. Nós mudamos a cultura da loja”, afirma Jeison.

Rio Grande do Sul, Pernambuco e Bahia também são muito promissores com vendas no crediário próprio. Algumas redes destes estados estão buscando integrar a solução de análise de crédito do Meu Crediário diretamente com o sistema de gestão da loja, potencializando a abertura de crédito e velocidade na análise. “Estamos ajudando lojas no Brasil inteiro e provando que o crediário próprio é um grande alavancador de vendas”, completa o executivo.

Para 2018, o Meu Crediário promete lançar a versão beta de uma plataforma com foco na fidelização de clientes, ainda no final do primeiro trimestre.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

Edegar Pretto, presidente da AL, é o entrevistado do Pampa Debates desta sexta-feira (29)
Economista da CDL POA dá dicas para curtir as férias, mantendo o equilíbrio financeiro
Deixe seu comentário
Pode te interessar