Quarta-feira, 17 de abril de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
18°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Bruno Laux Panorama Político

Compartilhe esta notícia:

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul. O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Projeto repetido

Apesar da proposta defendida pelo ex-presidente Jair Bolsonaro neste domingo, de anistiar pessoas envolvidas na realização dos atos golpistas do dia 8 de janeiro, lideranças do Congresso afirmam que a medida não possui força nas Casas Legislativas. Tema de um projeto anterior apresentado pelo senador Hamilton Mourão (Republicanos-RS), o “perdão” solicitado pela oposição não possui apoio da maioria dos parlamentares.

Voz para a direita

O senador Hamilton Mourão (Republicanos-RS) elogiou nesta segunda-feira a manifestação promovida por Bolsonaro na Paulista, afirmando que o ato “deu voz e voto para a direita”. Destacando o que chama de ‘excepcional capacidade de mobilização’, o parlamentar diz que desde a campanha das “diretas já”, não se viam atos democráticos como os de domingo.

Respostas divergentes

Quando questionada sobre o número de pessoas presentes no evento promovido pelo ex-presidente Jair Bolsonaro na Paulista, a Secretaria de Segurança Pública e a Polícia Militar de São Paulo afirmaram à imprensa que não faziam mais estimativa de público. Após o líder da pasta, Guilherme Derrite, divulgar nas redes sociais a presença de 750 mil pessoas, o órgão apresentou outra versão, afirmando que realizava o cálculo, mas não divulgava os resultados.

Apuração metodológica

Divergindo da estimativa divulgada pelo governo de São Paulo, o Monitor do Debate Político, da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP, apontou a presença de cerca de 185 mil pessoas no ato promovido por Bolsonaro. Ao contrário do Executivo paulista, o órgão apresentou a metodologia utilizada para o cálculo, a qual foi baseada no método “Point to Point Network”, que possui 72,9% de precisão.

Depoimento duplo

O ex-presidente Jair Bolsonaro vai à Polícia Federal nesta terça-feira para depor em meio a um inquérito em que é acusado de ter importunado uma baleia jubarte enquanto andava de jet ski no litoral paulista, em junho de 2023. O advogado e assessor do ex-mandatário, Fabio Wajngarten, também será ouvido pela corporação, pois acompanhava o cliente no episódio em questão.

Melhorias de serviço

A Secretaria Nacional do Consumidor deve pressionar concessionárias de energia de todo o Brasil neste ano pela melhora no serviço oferecido aos municípios. Entre os itens que serão questionados pelo órgão, estão os recorrentes apagões ocorridos em diferentes regiões do Brasil, os quais poderão ser passíveis de multa individual a partir de novos Termos de Ajuste de Conduta que vêm sendo elaborados pela pasta.

Em busca de pautas

A regulamentação dos serviços prestados por trabalhadores de aplicativos no Brasil vem chamando a atenção do ministro do Empreendedorismo, Márcio França. Apesar da pauta ter sido inicialmente discutida no Ministério do Trabalho, o líder ministerial quer aproveitar a falta de resultados efetivos no tratamento da questão para trazê-la à sua pasta.

Segurança alimentar

O Senado inicia nesta quarta-feira a discussão da PEC que inclui a segurança alimentar e nutricional no conceito de direito social à alimentação previsto na Constituição. Se aprovada, a proposta espera garantir o acesso físico e econômico regular e permanente a alimentos suficientes e seguros a todos os brasileiros.

Juventude segura

O projeto de lei que concede porte de arma de fogo aos agentes de segurança socioeducativos em todo o país entrará nesta quarta-feira na pauta de discussões da Comissão de Direitos Humanos do Senado. O colegiado deve debater também uma proposta que confere livre acesso nos eventos públicos e privados aos agentes ou comissários de proteção da infância e juventude.

Parceria renovada

O governo gaúcho anunciou nesta segunda-feira a renovação do termo de colaboração com as Apaes do RS, de forma extraordinária, até o final de 2024. A decisão visa garantir a manutenção dos repasses de valores às instituições, garantindo o andamento das políticas na área da educação especial.

Busca de experiências

Cumprindo agendas no Rio de Janeiro, o prefeito Sebastião Melo visitou nesta segunda-feira a estrutura do Sambódromo na capital fluminense, na busca de experiências de governança do espaço cultural. O chefe do Executivo porto-alegrense realizou também uma visita ao Centro de Operações da cidade, o qual monitora bairros locais para reduzir o impacto de ocorrências.

União de legendas

O PSOL de Porto Alegre deve formalizar no próximo sábado o apoio à candidatura da deputada Maria do Rosário (PT) à prefeitura de Porto Alegre. A legenda decidiu abdicar de um nome próprio na disputa para o lançamento de um bloco conjunto com maior força na Capital, para o qual indicará a servidora Tamyres Filgueira como vice da parlamentar.

Prevenção conjunta

A prefeitura de Porto Alegre realiza nesta terça-feira, em parceria com o Exército, uma ação contra a dengue no Centro Histórico da Capital. Os militares e agentes de saúde orientarão a comunidade acerca da condição, além de identificar e eliminar criadouros de mosquitos, em paralelo a uma busca ativa de casos compatíveis com a doença.

Governança de dados

O Executivo de Porto Alegre encaminhou à Câmara de Vereadores um projeto de lei que prevê a instituição da Política de Governança de Dados e Informações Municipais no âmbito da gestão municipal. A medida visa qualificar o planejamento e a operação dos órgãos da prefeitura para realizar ações baseadas em evidências e ofertar produtos e serviços digitais úteis à população local.

Exigência de retratação

A vereadora Comandante Nádia (PP) exigiu nesta segunda-feira, no plenário da Câmara Municipal, um pedido de desculpas do Legislativo e da população da Capital aos soldados do 9º Batalhão da Brigada Militar, investigados por racismo contra um motoboy no bairro Rio Branco. Na esteira da sindicância da corporação que inocentou os agentes das acusações, a parlamentar municipal solicita a retratação pública frente aos eventuais danos causados à imagem dos brigadianos.

Proteção solar

Tramita na Câmara de Porto Alegre um projeto de lei que estabelece a distribuição gratuita de protetor solar nas unidades de saúde do município. A proposta, apresentada pela vereadora Biga Pereira (PCdoB), leva em conta a incidência acima da média nacional de casos de cânceres malignos de pele no Rio Grande do Sul.

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul.
O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bruno Laux

“Tentativa de golpe” com minuta é ridículo, diz Mourão
Havia uma multidão dando um grito solidário
https://www.osul.com.br/panorama-politico-368/ Panorama Político 2024-02-27
Deixe seu comentário
Pode te interessar