Segunda-feira, 08 de Março de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Partly Cloudy

Porto Alegre Prefeitura de Porto Alegre divulga orientação sobre o trabalho nas escolas sem aulas presenciais

Compartilhe esta notícia:

A orientação detalha os protocolos previstos para as regiões do Estado classificadas em Bandeira Preta e no que isso afeta as escolas

Foto: Reprodução
A orientação detalha os protocolos previstos para as regiões do Estado classificadas em Bandeira Preta e no que isso afeta as escolas. (Foto: Reprodução)

A Prefeitura de Porto Alegre encaminhou durante o fim de semana orientações aos diretores de escolas e equipes de trabalho da rede municipal de ensino com os procedimentos a serem adotados diante da suspensão da retomada das aulas presenciais, que estava prevista para esta segunda-feira (22), mas que fora suspensa por orientação do Governo do Estado.

A orientação detalha os protocolos previstos para as regiões do Estado classificadas em Bandeira Preta e no que isso afeta as escolas. A secretária de Educação, Janaína Audino, também explicitou, no documento, diretrizes sobre os horários de funcionamento e o sistema de trabalho presencial, levando em consideração os limites estabelecidos pelos decretos municipal e estadual de distanciamento.

A principal orientação é que as escolas permaneçam abertas durante esta semana para organizar as equipes, com uma capacidade de, no máximo, 25% dos trabalhadores, de forma presencial, priorizando a limpeza, a desratização, capina, roçada, marcações de distanciamento dos espaços físicos, recebimento dos kits de higiene e uniformes do pessoal de cozinha pelo setor de patrimônio.

Os funcionários de limpeza e cozinha podem manter as atividades normais de higiene da escola, respeitando os cuidados pessoais e o distanciamento social. Dentro dos 25% da capacidade de trabalho, os professores devem organizar as suas salas de aula para o retorno presencial.

O documento informa ainda que as equipes de nutrição e dos serviços gerais da Smed (Secretaria Municipal de Educação) organizarão uma formação on-line para os novos funcionários, seguindo o mesmo formato utilizado na jornada pedagógica.

Sobre o calendário escolar de 2021, que prevê 205 dias letivos, o documento informa que esta semana não será contabilizada como letiva para os alunos. “No caso de manutenção de bandeira preta, a Smed enviará, até quinta-feira, 25, as orientações sobre como será o atendimento dos alunos”, explica a secretária. Também nesse mesmo período, será feito um levantamento de quais ações precisam de um melhor ajustamento operacional.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Primeiro-ministro britânico anuncia plano para o fim gradual do confinamento
Prazo para adesão a novo ciclo do Programa Saúde na Escola é prorrogado até 19 de março
Deixe seu comentário
Pode te interessar