Terça-feira, 27 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Light Rain

Política Presidente do Supremo diz que a Corte “jamais se sujeitará a nenhum tipo de ameaça”

Compartilhe esta notícia:

Segundo Toffoli, ação ocorrida no sábado "simboliza um ataque a todas as instituições democraticamente constituídas"

Foto: Carolina Antunes/PR
Ministro bateu a cabeça e sofreu um pequeno corte. (Foto: Carolina Antunes/PR)

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, afirmou neste domingo (14) que a Corte “jamais se sujeitará, como não se sujeitou em toda a sua história, a nenhum tipo de ameaça”.

Na noite de sábado (13), cerca de 30 apoiadores do presidente Jair Bolsonaro lançaram fogos de artifícios em direção ao prédio do Supremo, em Brasília. A ação durou pelo menos cinco minutos. Os manifestantes também ofenderam com xingamentos os ministros da Corte. Não houve registro de feridos ou danos materiais.

Em nota, Toffoli afirmou que, “infelizmente, na noite de sábado, o Brasil vivenciou mais um ataque ao Supremo Tribunal Federal, que também simboliza um ataque a todas as instituições democraticamente constituídas”.

“Financiadas ilegalmente, essas atitudes têm sido reiteradas e estimuladas por uma minoria da população e por integrantes do próprio Estado, apesar da tentativa de diálogo que o Supremo Tribunal Federal tenta estabelecer com todos Poderes, instituições e sociedade civil, em prol do progresso da nação brasileira”, disse o presidente do STF.

“O Supremo jamais se sujeitará, como não se sujeitou em toda a sua história, a nenhum tipo de ameaça, seja velada, indireta ou direta e continuará cumprindo a sua missão”, completou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

RS tem 14.661 casos confirmados de coronavírus e 350 mortes provocadas pela doença
Manifestantes jogam fogos de artifício contra o prédio do Supremo, em Brasília
Deixe seu comentário
Pode te interessar