Domingo, 25 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Porto Alegre Secretaria de Educação de Porto Alegre apresenta plano de gestão para quatro anos

Compartilhe esta notícia:

No ensino fundamental, a estratégia prevê a alfabetização até os 8 anos de idade

Foto: Fernando Oliveira/SMED PMPA
No ensino fundamental, a estratégia prevê a alfabetização até os 8 anos de idade. (Foto: Fernando Oliveira/SMED PMPA)

A secretária municipal da Educação de Porto Alegre, Janaina Audino, apresentou, na sexta-feira (11), o plano de gestão da pasta para o quadriênio 2021/2024.

O plano foi elaborado a partir do diagnóstico situacional da rede municipal de ensino, realizado no início deste ano, pela equipe de gestão de dados e indicadores da secretaria. “O início de uma nova gestão traz oportunidades e esperança de elaborar e implementar ações que promovam a formação integral do estudante, um novo sentido para a aprendizagem escolar e um salto de qualidade na educação municipal”, afirmou a titular da Smed.

Frente aos inúmeros desafios que o Brasil já enfrentava antes do cenário epidêmico, a secretária destacou quatro fatores mais impactantes com a suspensão das aulas presenciais, desafios para serem superados nesta gestão: graves lacunas de aprendizagem, ampliação das desigualdades sociais, aumento do abandono e da evasão escolar e impactos na alimentação escolar.

O Plano de Gestão 2021-2024 está dividido por etapas de aprendizado e contém estratégias e metas prioritárias para alcançar os resultados almejados. Para toda a educação básica são propostas seis estratégias: 1) Proposta pedagógica integrada; 2) Currículo Referência; 3) Fortalecimento da Gestão Escolar; 4) Formação Continuada dos docentes; 5) Infraestrutura das escolas, com terceirização da manutenção; 6) Conectividade 100%.

No detalhamento, a educação infantil, por exemplo, já implantou a ferramenta on-line para a inscrição e trabalha no projeto de compra antecipada de vagas, na ampliação da carga horária para 40 horas na mesma escola, no horário de planejamento dos professores e na elaboração de indicadores e instrumentos de avaliação.

No ensino fundamental, a estratégia prevê a alfabetização até os 8 anos; a reorganização do modelo pedagógico dos anos finais; a correção da defasagem escolar, com a redução da distorção idade-série; a implantação do sistema de escolas em tempo integral, numa média de, pelo menos, duas por ano; e a avaliação diagnóstica. Para o EJA, é planejada uma reorganização da proposta pedagógica.

Ao final, o documento prevê os resultados desejados, na visão da Smed para 2024, que é tornar-se referência em processos educacionais de aprendizagem na idade certa, a qualificação sistemática dos professores e obter excelentes resultados educacionais.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Campanha de conscientização contra o trabalho infantil é intensificada em Porto Alegre
Bolsonaro participa de manifestação com motociclistas em São Paulo
Deixe seu comentário
Pode te interessar