Terça-feira, 04 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Mundo Tóquio, no Japão, está em alerta máximo devido a novos casos de coronavírus

Compartilhe esta notícia:

De acordo com os especialistas, o aumento de casos é registrado sobretudo entre os jovens, e as principais áreas de infecção envolvem os estabelecimentos noturnos

Foto: Reprodução
De acordo com os especialistas, o aumento de casos é registrado sobretudo entre os jovens e as principais áreas de infecção envolvem os estabelecimentos noturnos. (Foto: Reprodução)

A cidade de Tóquio registrou um aumento importante de casos de coronavírus e está em alerta máximo, anunciou nesta quarta-feira (15) a governadora da capital japonesa, Yuriko Koike.

“Os especialistas acabam de afirmar que a situação das infecções está em um nível 4 em uma escala de 4, o que significa que parecem aumentar”, afirmou Koike durante uma reunião sobre a pandemia.

O alerta “vermelho” na cidade, onde vivem 14 milhões de pessoas, que chegam a 37 milhões quando considerada a área metropolitana, não provocará o fechamento de lojas ou a suspensão de eventos, no momento.

De acordo com os especialistas, o aumento de casos é registrado sobretudo entre os jovens e as principais áreas de infecção envolvem os estabelecimentos noturnos, os locais de trabalho e também as famílias.

O estado de emergência no Japão decretado em abril e maio não implicou um confinamento como o decretado em outros países, já que a lei não permite a aprovação de medidas coercitivas para que a população permaneça em casa.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, suspendeu no fim de maio o estado de emergência a não parece muito favorável a decretá-lo novamente devido à recessão econômica.

As fronteiras do país, no entanto, permanecem fechadas e o Japão nega a entrada em seu território dos estrangeiros procedentes de mais de 100 países, incluindo aqueles que têm visto de residência permanente.

Mas o número de casos diários aumenta e Tóquio registrou na semana passada a média de 243 contágios a cada 24 horas. O Japão não foi um dos países mais afetados pela pandemia e até agora registrou 22.500 casos e 1.000 mortes. Apesar do aumento de casos, Tóquio não registra mortes provocadas pela Covid-19 há três semanas.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Organização Mundial da Saúde diz que países pobres da América Latina devem ter vacina subsidiada
Polícia chilena adestra cães para detectar infectados por coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar