Terça-feira, 04 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fog

Capa – Caderno 1 Três homens foram presos após jogarem pedras em caminhões que não aderiram a um protesto na Freeway

Compartilhe esta notícia:

O caso aconteceu em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. (Foto: PRF/Divulgação)

Três homens foram presos na quarta-feira (23) após jogarem pedras em caminhões que não quiseram aderir ao protesto de caminhoneiros que era realizado no quilômetro 70 da Freeway, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), os veículos foram atacados por volta das 17h. Os motoristas não ficaram feridos. A Freeway é monitorada por câmeras da Triunfo Concepa, que informou a agressão à polícia. Também na quarta-feira foi preso um homem que estava transportando pneus para serem queimados por manifestantes.

Tiros

Um caminhão emplacado em São Borja foi atingido por três tiros, na noite de terça-feira (22), no quilômetro 480 da BR-472, em Itaqui, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, após se recusar a parar em um protesto de caminhoneiros contra o alto preço do diesel.

Conforme informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal), os disparos foram efetuados às 21h15min, quando o condutor, de 48 anos, natural de Santiago, seguia no sentido Uruguaiana-São Borja. No trevo de acesso a Itaqui, ao passar por uma manifestação, ele decidiu seguir viagem quando alguns manifestantes começaram a gritar. Em seguida, o condutor ouviu os disparos.

Assustado, o motorista saiu em disparada com o caminhão pela rodovia em direção a São Borja, sendo então seguido por um veículo, possivelmente uma Saveiro de cor branca, com três indivíduos na caçamba. Com o intuito de escapar da perseguição, a vítima relatou à polícia que continuou em alta velocidade a fuga, não permitindo que o outro veículo o ultrapassasse. Alguns quilômetros depois, os homens desistiram de perseguir o caminhão alvejado.

O caminhoneiro deslocou-se até a unidade operacional da PRF em São Borja para relatar o fato. Os policiais constataram que haviam três marcas provocadas por projéteis de arma de fogo na lateral esquerda do veículo, sendo uma na porta e as outras duas na parte posterior da cabine.

Apesar do susto, os disparos não causaram lesões no motorista. O Grupo de Policiamento Tático da PRF deslocou-se até Itaqui para averiguar a situação no local. Ninguém foi preso.

Manifestações

Os protestos de caminhoneiros contra os frequentes aumentos no preço do diesel no País prosseguem nesta quinta-feira (24) em estradas do Rio Grande do Sul e de outros Estados brasileiros.

O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), com sede em Porto Alegre, concedeu uma liminar visando garantir o direito de livre circulação nas estradas federais do Rio Grande do Sul durante a greve dos caminhoneiros.

Demandada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), a AGU (Advocacia-Geral da União) encaminhou o pedido à Justiça Federal. Conforme a decisão, quem bloquear as estradas federais gaúchas será multado em 1 mil reais por hora.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

A Justiça Federal determinou multa de 1 mil reais por hora para os caminhoneiros em greve que bloquearem as estradas federais gaúchas
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cancelou o encontro que teria com o ditador norte-coreano Kim Jong-un
Deixe seu comentário
Pode te interessar