Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Fair

Brasil Vídeo mostra mulher assassinada pelo companheiro em João Pessoa

Compartilhe esta notícia:

Maquiadora se relacionada com o assassino há seis meses e agressões eram recorrentes no relacionamento. (Foto: Reprodução)

Câmeras de segurança registraram o momento em que a maquiadora Sabrina Cirino Rodrigues, de 27 anos, foi morta a facadas pelo companheiro, na noite de quinta-feira (26), em João Pessoa (PB). As imagens do circuito flagraram o crime e mostram o homem – identificado como Ronaldo Silva dos Santos – agredindo a mulher e a empurrando para o chão.

O suspeito preso confessou o assassinato e disse ter cometido o crime por sentir ciúmes da mulher, com quem morava há seis meses, de acordo com o capitão Antônio de Souza, do 1º Distrito Integrado de Segurança Pública do bairro Manaíra, onde ocorreu o crime.

Ainda conforme o capitão, o suspeito desconfiou que Sabrina queria terminar a relação e matou a vítima “para que ela não fosse de mais ninguém”. Segundo a polícia, ele tinha comportamento violento durante todo o relacionamento.

O delegado Pedro Ivo, da Polícia Civil, destacou que “casos de violência contra a mulher precisam ser trabalhados pela sociedade, como um todo, no sentido de prevenir esse tipo de ação. As pessoas vítimas desse tipo de violência precisam procurar os órgãos públicos competentes para denunciar essa prática e, as pessoas que cometem esses crimes, antes de chegar a um crime desta gravidade, sejam presos e respondam por isso”.

Prisão

O suspeito foi preso no Centro de João Pessoa nesta sexta-feira (27). A polícia conseguiu localizar a arma e as roupas que o suspeito usava no momento do crime.

Os vizinhos da rua onde aconteceu o homicídio informaram que ouviram os gritos da mulher pedindo para o companheiro parar com as agressões. A discussão e o espancamento teriam durado cerca de dez minutos.

Segundo o delegado Pedro Ivo, que vai conduzir as investigações, o preso confessou o crime aos Policiais Militares. Ele diz que tanto a faca apreendida quanto as roupas sujas de sangue vão passar por perícia. “Vamos analisar todas as provas e começar a lavratura do flagrante”, disse o delegado antes de ouvir o depoimento do homem.

A mulher foi socorrida pelo Samu e encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Ela chegou na unidade na madrugada desta sexta, de acordo com o boletim médico, mas não resistiu aos ferimentos.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Brasileiros já pagaram R$ 200 bilhões em impostos em 2017
Trump dificulta entrada de imigrantes e refugiados nos EUA
Deixe seu comentário
Pode te interessar