Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Flávio Pereira Articulação garante R$ 213,2 milhões para a Saúde no RS

Jair Bolsonaro com Onyx lorenzoni, ontem na inauguração da nova sede da PRF, em Bento Gonçalves. (Foto: PRF/Divulgação)

O repasse de R$ 213,2 milhões para o Rio Grande do Sul anunciado ontem pelo presidente Jair Bolsonaro para a área da saúde, vai beneficiar dezenas de municípios. Foi no final da 55a Cúpula do Mercosul, a Cúpula dos Vinhedos, em Bento Gonçalves. Um dos casos, o Hospital Regional de Santa Maria, terá R$ 36 milhões e a autorização para abrir 100 leitos de alta e média complexidade. O hospital vinha aguardando este momento desde 2016.

Papel estratégico de Onyx

O chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, teve um papel estratégico, dialogando com os ministros Paulo Guedes, da Economia, e Luiz Henrique Mandetta, da Saúde, para ajustar os valores. Os recursos são resultados de emendas parlamentares de deputados da bancada gaúcha somadas a recursos orçamentários remanejados.

O jogo do Flamengo

Bem humorado, o presidente Jair Bolsonaro pediu ontem, no final do encontro, que o ministro Onyx Lorenzoni resumisse a leitura da relação dos municípios beneficiados com verbas para a saúde. “Senão, não consigo chegar tempo de ver o jogo do Flamengo e Avaí”, justificou Bolsonaro.

Inauguração na PRF

O presidente Jair Bolsonaro aproveitou a visita e inaugurou oficialmente o novo posto da Policia Rodoviária Federal em Bento Gonçalves.

Dinheiro da saúde para gastos de campanha

O ministro Luiz Mandetta, falando ontem no final do encontro em Bento Gonçalves, reclamou que para compor o novo crédito de R$ 3,8 bilhões para o fundo eleitoral aprovado na Câmara dos Deputados, serão retirados R$ 500 milhões da saúde.

O Podemos e a eleição em Porto Alegre I

O deputado estadual Rodrigo Maroni (Podemos) rebate a informação desta coluna, de que o senador Lasier Martins desautorizara o lançamento da sua pré-candidatura à prefeitura de Porto Alegre, no sábado, dia 30. Em nota, assinada por ele e dois membros da executiva municipal, o deputado – que é presidente estadual do Podemos e vice municipal em Porto Alegre – sustenta que ocorreu uma reunião prévia da executiva municipal com o senador Lasier Martins, “onde ficou combinado que nós oficializaríamos a pré-candidatura do Rodrigo Maroni a prefeito da capital”. Segundo ele, “caso tenha outra candidatura de preferência do senador, aceitaremos prévias no partido”. O deputado revela ainda que pretende levar o caso à presidente nacional, Renata Abreu, “para apararmos estas arestas”.

O Podemos e a eleição em Porto Alegre II

A coluna mantém a informação, cuja fonte é o senador Lasier Martins, presidente do Podemos em Porto Alegre, segundo o qual, não houve combinação prévia para o lançamento da pré-candidatura. Lasier, no encontro mencionado pelo deputado, pediu que não ocorresse o lançamento da candidatura.

Voltar Todas de Flávio Pereira

Compartilhe esta notícia:

Proposta da prisão em segunda instância volta a tramitar no Senado
STF decide sobre fim da pensão para ex-governadores
Deixe seu comentário
Pode te interessar