Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Sérgio Moro não tem mais “carta branca” de Bolsonaro

Comitiva do SIMERS vai a Brasília pleitear exclusão de itens usados na Pecuária de Leite em financiamento do Mais Alimentos

O presidente do SIMERS – Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul, Claudio Bier, esteve em Brasília nesta semana, acompanhado de uma comitiva, para reunião de trabalho de apresentação da minuta de Portaria que normatizará os procedimentos a serem adotados na operacionalização do Programa Mais Alimentos Nacional. Bier aproveitou a ocasião para apresentar o pleito de exclusão dos itens usados, provenientes da indústria de equipamentos para pecuária de leite, da lista de produtos passíveis de serem financiados através da linha de financiamento PRONAF – Mais Alimentos.

No documento, encaminhado ao secretário especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário, José Roseno, o presidente do SIMERS manifesta imensa preocupação com os graves danos que podem decorrer da reutilização desses produtos em uma propriedade rural, no que se refere à sanidade dos plantéis (vacas), aos resultados financeiros dos produtores, à qualidade do leite produzido e aos prejuízos para a indústria nacional. A reivindicação foi encaminhada também ao Ministro-Chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Além do presidente, a comitiva do SIMERS em Brasília teve a participação do coordenador da Comissão das Indústrias Fabricantes de Equipamentos para a Pecuária do Leite – Ciepel/SIMERS, Carlos Alberto Machado, do diretor da empresa MV Ordenhadeiras, Paulo Veiga, e da Secretária Executiva do SIMERS, Jassira Castro.

– A venda de usados da indústria do leite é o mesmo que vender seringas já usadas para reaplicação em pacientes – compara Carlos Machado, alertando que os prejuízos podem ser irreparáveis.

Deixe seu comentário: