Últimas Notícias > Notícias > Mundo > O Uruguai tem falta de maconha: a produção não é suficiente para abastecer os mais de 47 mil consumidores registrados

Ex-presidente do Peru é preso por corrupção

Peru é um dos países mais afetados pela corrupção da Odebrecht. (Foto: Karel Navarro/AP/Reprodução)

O ex-presidente peruano, Alejandro Toledo, que presidiu o país de 2001 a 2006, foi detido nos EUA nesta terça-feira (16). Desde o fim de seu mandato, ex-presidente do Peru residia na Califórnia, e era investigado há mais de dois anos. Toledo havia sido acusado de escândalo de corrupção da Lava Jato, e por estar morando nos EUA era considerado foragido da Justiça peruana.

O Departamento de Justiça dos EUA atendeu ao pedido para que Toledo fosse extraditado ao seu país de origem, onde foi denunciado por receber cerca de US$ 20 milhões da construtora Odebrecht, além de tráfico de influência, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Além de Toledo, outros ex-presidentes do Peru estão sendo investigados, como Ollanta Humala, Pedro Pablo Kuczynkski e Alan Garcia, que tragicamente se suicidou ao saber que a Justiça havia pedido sua prisão preliminar por dez dias.

Deixe seu comentário: