Sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Você viu? Arqueólogos descobrem cidade planejada do século VI no Egito

Compartilhe esta notícia:

Arqueólogos poloneses encontraram um plano detalhado de edifícios “modulares” construídos sobre as ruínas de uma fazenda romana. (Foto: Reprodução)

Arqueólogos encontraram em Marea, no sítio arqueológico de Hawara, no Egito, vestígios de uma grande cidade planejada, fundada na segunda metade do século VI. “Esses centros urbanos planejados são extremamente raros no final da Antiguidade [3.500 a.C. a 476 d.C.]”, afirmam os cientistas no estudo publicado no dia 12 de julho na revista científica Antiquity.

Marae foi fundada durante a época de Alexandre, o Grande, no século III a.C., nas margens do lago Mareotis, 45 km a oeste de Alexandria, e habitado durante os períodos grego, romano, bizantino e islâmico (inicial) até o século VIII. Desde o final dos anos 1970, arqueólogos egípcios, americanos, franceses e poloneses realizam escavações nesse local.

“Essas investigações se concentraram principalmente em descobrir edifícios bizantinos, refazer suas plantas baixas e entender como funcionavam. Essa abordagem, no entanto, falhou em capturar o contexto urbano e histórico mais amplo do funcionamento da cidade”, escrevem os pesquisadores da Universidade de Varsóvia, na Polônia, no artigo recém-publicado.

Os arqueólogos poloneses encontraram um plano detalhado de edifícios “modulares” térreos do século VI ao VIII, construídos sobre as ruínas de uma fazenda romana produtora de vinho, ocupando uma área total de 13 hectares (130.000 m²).

De acordo com a pesquisa, o centro urbano planejado poderia ter hospedado lojas e residências alinhadas umas próximas das outras e uma estrutura do século VI usada por peregrinos que estavam viajando para o santuário cristão em Abu Mena, também no Egito.

O primeiro “boom” de construções em Marea ocorreu no período grego (305 a.C. a 30 a.C.) e, posteriormente, quando os romanos passaram a dominar o Egito, de 30 a.C. até o ano 641, quando os muçulmanos conquistaram a região, revelam os cientistas.

No período muçulmano, como mostra o estudo, a quantidade de assentamentos urbanos fez com que se interrompesse a construção de novas cidades. Por isso a descoberta de uma estrutura urbana planejada causou surpresa nos arqueólogos da Universidade de Varsóvia.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Você viu?

Ressurgimento do coronavírus em Wuhan faz moradores esvaziarem prateleiras em supermercados
Home office a longo prazo gera alerta para a incidência de doenças; entenda
Deixe seu comentário
Pode te interessar