Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Mostly Cloudy

Mundo Alemanha pede que festas de Natal e Ano-Novo tenham no máximo dez pessoas

Compartilhe esta notícia:

Entre as propostas de restrições, os estados alemães também sugerem colocar em quarentena os participantes antes e depois das celebrações de fim de ano

Foto: Reprodução
Estabelecimentos comerciais, com exceção dos mercados de alimentos e farmácias, escolas e creches e centros culturais devem permanecer fechados. (Foto: Reprodução)

Os 16 Estados federais da Alemanha propuseram, nesta terça-feira (24), que o governo federal limite celebrações de Natal e Ano-Novo a 10 pessoas no máximo para evitar as transmissões de coronavírus, segundo a agência France Presse.

Entre o conjunto de propostas para conter a circulação de pessoas durante as festas de final de ano, os estados alemães também sugerem colocar em quarentena os participantes antes e depois das celebrações. As crianças menores de 14 anos não seriam contadas nas limitações.

As restrições entrariam em vigor em 23 de dezembro e durariam até 1º de janeiro. As regiões, no entanto, são contrárias a uma proibição total dos fogos de artifício nos dias próximos a 31 de dezembro, uma questão muito debatida na Alemanha para um setor que gera milhões de euros em receita. Todas essas propostas serão debatidas nesta quarta-feira (25) com o governo federal.

Lockdown

Desde o dia 2 de novembro, bares, restaurantes e locais de entretenimento estão fechados na Alemanha e reuniões particulares foram limitadas a até 10 pessoas de duas casas diferentes. Apenas escolas e lojas estão abertas. As medidas valem por um mês.

Ainda segundo a Reuters, pelo menos dois estados apoiam a prorrogação desse lockdown nacional até 20 de dezembro para frear a disseminação da pandemia e tornar as reuniões familiares possíveis no Natal. A Alemanha registra até esta terça mais de 942 mil casos da Covid-19 e mais de 14 mil mortes, segundo o Instituto Robert Koch.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Senado vota lei de falências para socorrer empresas na pandemia do coronavírus
Quando as vacinas contra o coronavírus estarão disponíveis para os brasileiros?
Deixe seu comentário
Pode te interessar