Sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Política Bolsonaro critica a CPI da Covid e Renan Calheiros: “Especialista em desvio de recursos”

Compartilhe esta notícia:

Presidente comparou a comissão que investiga gestão da pandemia com o trabalho de senadores norte-americanos

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Presidente comparou a comissão que investiga gestão da pandemia com o trabalho de senadores norte-americanos. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar os trabalhos da CPI da Covid no Senado. Em tradicional conversa com apoiadores em frente ao ao Palácio do Alvorado, nesta segunda-feira (14) de manhã, o chefe do executivo disparou contra o relator da comissão, senador Renan Calheiros (MDB-AL). O colegiado investiga as ações e omissões do poder público na gestão da pandemia.

“Vocês estão acompanhando o senado americano investigando a origem do vírus, possíveis medicamentos para cura, bem diferente desse que está acontecendo aqui? Bem diferente do que está acontecendo aqui. O Renan falou claramente que não quer apurar o desvio de recurso. Ele devia apurar porque ele é especialista nisso”, disse.

Nesta terça-feira (15), os senadores colhem depoimento do ex-secretário de Saúde do estado do Amazonas Marcellus Campelo. A saúde pública do Estado entrou em colapso no estado no início de 2021, com falta de leitos e de oxigênio medicinal nos hospitais que recebiam pacientes com Covid-19. Além disso, a Polícia Federal apura desvio de dinheiro do combate à pandemia, a partir de suposta organização criminosa no Estado.

Doria e Copa América

Na mesma conversa com apoiadores, Bolsonaro criticou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), seu potencial adversário às eleições de 2022, e ironizou as críticas à realização da Copa América no Brasil.

“Pessoal está conhecendo essas pessoas por aí. É sede de poder. Ele não consegue administrar o Estado dele e quer comentar o Brasil”, afirmou o chefe do executivo federal ao responder sobre o tucano a um de seus apoiadores.

Na sequência, questionou se alguém havia assistido ao jogo de estreia do Brasil contra a Venezuela, pela Copa América de futebol, na noite deste domingo (13). “Quem foi contra, não poderia ter visto. É que a Copa América transmite Covid-19, os outros campeonatos não”, ironizou o presidente.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Brasil cai para sexto em ranking de combate à corrupção na América Latina
Ministro do Supremo suspende quebras de sigilo de servidores do Ministério da Saúde pela CPI da Covid
Deixe seu comentário
Pode te interessar