Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Cloudy

Cultura Carnaval do Rio: Campeãs voltam neste sábado à Sapucaí após apuração equilibrada

Compartilhe esta notícia:

A primeira escola de samba a desfilar é a Estação Primeira de Mangueira.

Foto: Divulgação
A primeira a desfilar é a Estação Primeira de Mangueira. (Foto: Divulgação)

Em um ano em que o desempate definiu as quatro primeiras posições, as escolas de samba do Rio de Janeiro retornam à Marquês de Sapucaí na noite deste sábado (29) para um desfile das campeãs, que deve mostrar porque a apuração foi tão equilibrada.

Apenas sete décimos separaram as seis primeiras colocadas do carnaval do Rio, que finalizou a apuração na seguinte ordem: Viradouro (269,6), Grande Rio (269,6), Mocidade (269,4), Beija-Flor (269,4), Salgueiro (269,0) e Mangueira (268,9).

O desfile começa às 21h30 com a Estação Primeira de Mangueira, que ficou em sexto lugar em 2020. Campeã no ano passado, a escola manteve o carnavalesco Leandro Vieira, e fez uma releitura da história de Jesus, aproximando-o de vítimas de problemas raciais e sociais da atualidade.

O segundo desfile deve começar entre 22h30 e 22h40 e trará de volta à avenida a Acadêmicos do Salgueiro, que contou a história do primeiro palhaço negro do Brasil, cujo nascimento faz 150 anos neste ano.

Entre 22h30 e 23h50, entra na Sapucaí a Beija-Flor de Nilópolis, que teve a mesma pontuação que a terceira colocada, mas perdeu no quesito Harmonia, que era o primeiro critério de desempate. A azul e branca da Baixada Fluminense desfilou com o enredo “Se essa rua fosse minha”, que falou de jornadas, peregrinações e caminhos.

A Mocidade Independente de Padre Miguel deve iniciar seu desfile entre 0h30 e 1h, celebrando a terceira posição no carnaval do Rio. O enredo da escola da zona oeste foi uma grande homenagem à cantora Elza Soares, atravessou a avenida no último carro da agremiação.

Vice-campeã de 2020, a Acadêmicos do Grande Rio está prevista para 01h30 a 02h10. A escola chegou bem perto de seu primeiro título com a homenagem a Joãozinho da Gomeia, conhecido como o Rei do Candomblé. Com os carnavalescos estreantes Leonardo Bora e Gabriel Haddad, a escola teve a mesma pontuação que a campeã, e só perdeu no segundo critério de desempate, que foi o quesito Evolução.

O enredo “Viradouro de Alma Lavada” marcou o segundo título da escola de Niterói, que contou a história do grupo musical Ganhadeiras de Itapuã, que nasce da tradição das lavadeiras. Assinado pelo casal de carnavalescos Tarcísio Zanon e Marcus Ferreira, o enredo exaltou as ganhadeiras como as primeiras feministas do Brasil. O desfile campeão está programado para começar entre 2h30 e 3h20.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cultura

As novas alíquotas aprovadas na reforma da Previdência entram em vigor neste domingo
São Paulo terá desfile das principais escolas de samba neste sábado
Deixe seu comentário
Pode te interessar