Sábado, 19 de Junho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Mostly Cloudy

Inter Com exercícios técnicos e táticos, Inter inicia preparação para o Grenal

Compartilhe esta notícia:

A comissão técnica colorada iniciou na manhã desta quinta-feira (13) a preparação para o clássico de número 431 na história. (Foto: Ricardo Duarte/S.C. Internacional)

O Inter inicia no próximo domingo (16) a disputa da final do Gauchão. No Beira-Rio, os jogadores comandados por Miguel Ángel Ramírez recebem o Grêmio, a partir das 16h, na abertura da decisão.

A comissão técnica colorada iniciou na manhã desta quinta-feira (13) a preparação para o clássico de número 431 na história. Enquanto os atletas que foram a campo na última terça-feira (11) realizaram atividades regenerativas, o restante do elenco já participou de exercícios técnicos e táticos, comandados por Miguel Ángel no gramado do CT Parque Gigante.

Os preparativos para a final serão continuados na manhã desta sexta-feira (13), e encerrados na tarde de sábado (14), véspera do Grenal. A decisão do Rio Grande do Sul não contará com saldo qualificado por gols marcados fora de casa como critério de desempate. A finalíssima ocorre no domingo da próxima semana (23), também às 16h, na Arena.

Virada

Na terça-feira (11), o Inter não fez uma boa partida na Venezuela, diante do Deportivo Táchira, Na verdade, o mau rendimento e a preguiça exposta em campo fizeram o time levar a virada no segundo tempo e perder pelo placar de 2 a 1. O técnico Miguel Ángel Ramírez concedeu entrevista coletiva após o jogo.

Questionado sobre o desempenho do time do Inter fora de casa, Miguel Ángel Ramírez discordou que seus jogadores tenham tido más atuações: “Creio que estávamos fazendo uma boa partida, o cansaço da sequência das partidas não nos ajudou. E o campo pesado cansa as pernas dos jogadores, e no final levamos os gols”, disse.

Mesmo com o gol de pênalti convertido por Thiago Galhardo aos sete minutos da etapa complementar, o time gaúcho acabou perdendo. Sobre a preguiça exposta em campo ao decorrer do duelo, Miguel comentou: “Não estou de acordo que fomos apáticos, nos minutos finais estávamos cansados mas não apáticos”. E completou: “Nos machuca muito, ainda tivemos a chance de empatar no final”.

Miguel também respondeu sobre a pressão que a derrota na Venezuela poderia impor no elenco colorado a respeito de uma vitória e recuperação no clássico Grenal. Sobre isso, Ramírez respondeu: “Com respeito da pressão, para mim a pressão amanhã não muda absolutamente nada. É uma competição distinta”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Inter

Ramirez discorda sobre mau desempenho e reitera sobre pressão para o Grenal: “Não muda nada”
Semana Grenal: confira o retrospecto de Inter e Grêmio no Beira-Rio
Deixe seu comentário
Pode te interessar