Quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Porto Alegre Crianças com doenças respiratórias terão dispositivos para aplicação de medicamentos inalatórios

Compartilhe esta notícia:

É preciso apresentar receita válida para medicamentos inalatórios

Foto: Cristine Rochol/PMPA
Porto Alegre, RS, 31/05/2022. Utilizado para facilitar a inalação de medicamentos para tratamento e controle da asma, o espaçador é item importante que passa a ser distribuído, após recomendação da equipe de saúde, nas farmácias distritais do município. Foto: Cristine Rochol/PMPA

Crianças menores de 6 anos, em uso de dispositivos inalatórios para o tratamento de doenças respiratórias, poderão receber espaçadores valvulados para facilitar o manuseio e garantir mais eficácia na aplicação do medicamento.

Pais ou responsáveis podem retirar espaçadores em uma das dez farmácias distritais do município ou em 12 unidades de saúde com farmacêutico. Durante a entrega, o profissional irá repassar as orientações quanto ao uso correto. É preciso apresentar receita válida para medicamentos inalatórios, além de documentação dos pais ou responsáveis e da criança.

Conforme o coordenador de assistência farmacêutica da Secretaria Municipal de Saúde, Leonel Almeida, estudos demonstram que o espaçador é recomendado para crianças desta faixa etária já que elas não realizam a respiração de maneira apropriada para a técnica inalatória.

“Evidências indicam que o uso de espaçadores valvulados melhora a técnica e a quantidade de medicamento que chega ao pulmão da criança, reduzindo consequentemente as crises relacionadas a doenças respiratórias, como asma, por exemplo”, explica.

A análise de dados de 489 internações de alta complexidade do Sistema de Gerenciamento de Internações, em relação à dispensação de medicamentos, verificou que 48% dos usuários com internações motivadas por complicações da asma, nos meses de maio a setembro de 2021, não procederam à retirada de dispositivos inalatórios nas unidades de saúde da Capital, e 35% dos usuários não estavam vinculados a nenhuma unidade de saúde após 30 dias da alta hospitalar.

“Neste ano, se decidiu monitorar os pacientes internados e referenciá-los em uma consulta de atenção primária, seja com médico, enfermeiro ou farmacêutico, para garantir que tenham o espaçador disponível e saibam utilizar adequadamente”, destaca Almeida. A medida faz parte das iniciativas da Operação Inverno da prefeitura.

Saiba onde retirar os espaçadores, de segunda a sexta-feira:

Farmácias distritais:

• Farroupilha (Centro de Saúde Modelo) – Av. Jerônimo de Ornelas, 55 (8h às 22h)
• Centro (Centro de Saúde Santa Marta) – Rua Capitão Montanha, 27 (8h às 17h)
• Murialdo – Av. Bento Gonçalves, 3722 (8h às 17h)
• Camaquã – Rua Prof. Dr. João Pitta Pinheiro Filho, 176 (8h às 17h)
• Vila dos Comerciários (Cruzeiro) – Rua Professor Manoel Lobato, 151 (8h às 17h)
• IAPI (Centro de Saúde IAPI) – Rua Três de Abril, 90 (8h às 17h)
• Bom Jesus – Rua Protásio Alves, 7771 (8h às 17h)
• Sarandi – Av. Baltazar de Oliveira Garcia, 744 (8h às 17h)
• Navegantes – Av. Presidente Roosevelt, 5 (8h às 22h)
• Restinga – Rua Álvaro Difini, 520 (8h às 17h)

Unidades de saúde com farmacêutico:

Clínica da Família José Mauro Ceratti Lopes e unidades de saúde Primeiro de Maio, Campo da Tuca, São Carlos, Mapa, Santa Cecília, Diretor Pestana, Cristal, Assis Brasil, Morro Santana, Tristeza e Lami.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Renúncia coletiva de membros do governo do Reino Unido aprofunda crise do primeiro-ministro Boris Johnson
Anvisa mantém proibição do cigarro eletrônico e defende fiscalização do comércio ilegal
Deixe seu comentário
Pode te interessar