Domingo, 14 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Mist

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Filipe Guerrero Gracia Entenda a importância do exercício físico para você prevenir as dores do trabalho

Compartilhe esta notícia:

(Foto: Reprodução)

Sabia que manter uma postura correta durante as atividades realizadas ao longo do dia é fundamental para a sua saúde e que uma má postura durante o horário de trabalho, por exemplo, quando passamos muito tempo em uma mesma posição, pode trazer sérios prejuízos à estrutura de nosso corpo.

Você precisa conhecer a importância do exercício físico dentro da rotina para ter uma vida mais saudável e equilibrada. E o melhor de tudo é que não é necessário passar horas dentro da academia para ter uma maior qualidade de vida. É possível ir introduzindo sessões de atividades físicas aos poucos até o corpo ir se acostumando à nova rotina. Especialistas dizem que 30 min de atividades física por dia é o suficiente para reduzir significantemente problemas de postura no trabalho.

A prática regular de atividade física traz bem-estar físico e mental, além de contribuir para o bom funcionamento do coração, da circulação sanguínea, da respiração e até dos hormônios.

Os exercícios físicos podem impactar diretamente na saúde mental de um indivíduo. A prática de atividades físicas faz com que nosso cérebro libere diversas substancias responsáveis pelo nosso humor, como a endorfina, dopamina e a serotonina. Isso contribui para uma maior sensação de bem-estar em todo o corpo.

Quando falamos do âmbito profissional, é importante lembrar que os impactos negativos da rotina de trabalho, como a pressão e o estresse do dia a dia, podem gerar problemas físicos, psicológicos e sociais. Em contrapartida, a prática de exercícios físicos pode ser um fator que alivia essa tensão e contribui para o relaxamento.

Ficar muito tempo na mesma postura e repeti-la todos os dias pode gerar o enfraquecimento da musculatura mais profunda e estabilizadora. Este enfraquecimento é proveniente da ativação de músculos secundários. Músculos estes, que numa correta realização do exercício, não seriam solicitados. Esta mesma solicitação irá inibir ou causar défice de ativação da musculatura postural.

Os desequilíbrios posturais, após um certo tempo, levam à formação de contraturas musculares e/ou pontos de gatilho que são “nós” de tensão acentuada, que causam dor referida em outras partes do corpo, também chamado de “trigger point”. Por esse motivo o fortalecimento isométrico é o mais indicado.

Sendo assim, consequentes de retrações, encurtamento e/ou insuficiências musculares podem condicionar a amplitude de movimento de determinado exercício. Ao trabalharmos em amplitudes de movimento mais reduzidas, ativamos um menor número de fibras musculares, não potencializando no seu global o músculo/grupo muscular que pretendemos.

Pode originar processos inflamatórios ao nível destas estruturas, aumentar o seu desgaste ou até mesmo contribuir para o aparecimento/agravamento da osteoporose.


Filipe Guerrero Gracia
Osteopata DO MRO Br

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Filipe Guerrero Gracia

Por que não devemos tomar remédio para dor de cabeça a toda hora?
Saiba a importância do exercício físico orientado
Deixe seu comentário
Pode te interessar