Quinta-feira, 02 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Mostly Cloudy

Política Governador em exercício discute lei de incentivo à saúde com hospitais filantrópicos e prefeitos gaúchos

Lara disse que a ideia é incrementar recursos da saúde de maneira parecida ao que é feito na segurança e nos acessos asfálticos.

Foto: Rodger Timm/Palácio Piratini
Lara disse que a ideia é incrementar recursos da saúde de maneira parecida ao que é feito na segurança e nos acessos asfálticos. (Foto: Rodger Timm/Palácio Piratini)

No primeiro dia de compromissos como governador em exercício, o presidente da Assembleia Legislativa, Luís Augusto Lara, tratou de demandas que beneficiam a área da saúde. Já recebidas pelo governador Eduardo Leite em dezembro passado, as diretorias de hospitais filantrópicos e de santas casas gaúchas realizaram uma reunião de trabalho com Lara e representantes do Executivo nesta segunda-feira (20), no Palácio Piratini.

O tema do encontro foi a criação do Pihosp/RS (Programa de Incentivo aos Hospitais Filantrópicos e Santas Casas do Estado). Aos moldes do Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (Piseg/RS) e do Piaa/RS (Programa de Incentivo ao Acesso Asfáltico), a medida permitiria que empresas compensassem o valor do ICMS destinando recursos à qualificação da saúde nas localidades onde mantêm unidades e operações.

“Esta é uma demanda que foi levada à Assembleia Legislativa pelos hospitais. A ideia é que possamos fazer um incremento aos recursos públicos da saúde de maneira parecida ao que já é feito na segurança pública e nos acessos asfálticos”, comentou o governador em exercício. “Em um momento de déficit fiscal, é importante termos uma alternativa à arrecadação de recursos para os hospitais filantrópicos.”

Depois de se reunir com os representantes de hospitais, Lara recebeu prefeitos, diretores da Famurs (Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul), vereadores e deputados estaduais para tratar do mesmo tema. A intenção do governador em exercício é abrir espaço para a discussão do tema.

Participaram do encontro o vice-presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Filantrópicos e Religiosos do RS, Luciney Bohrer, e diretores de hospitais filantrópicos e santas casas. Por parte do Executivo, a secretaria de Trabalho e da Assistência Social, Regina Becker, a secretária adjunta da Saúde, Aglaé Regina da Silva, e o secretário adjunto da Fazenda, Jorge Tonetto.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

BNDES paga R$ 48 milhões para abrir caixa-preta do banco, mas não encontra irregularidades
Lei cria cargos de agentes de saúde e de combate a endemias
Deixe seu comentário
Pode te interessar