Domingo, 23 de junho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
24°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Bruno Laux Panorama Político

Compartilhe esta notícia:

Lideranças da Casa decidiram articular um novo projeto de regulamentação das redes sociais. (Foto: Reprodução)

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul. O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Projeto descartado

Frente à falta de consenso na Câmara para avançar com o PL das Fake News, lideranças da Casa decidiram articular um novo projeto de regulamentação das redes sociais. Um grupo de trabalho será articulado pelos deputados para reformular a proposta, de modo a elaborar um conteúdo melhor aceito pelos parlamentares.

Marco Civil

O espaço gerado pela postergação da regulamentação das redes no Legislativo pode levar o STF a avançar com discussões sobre a temática. Está previsto para maio o julgamento sobre a constitucionalidade do marco civil da internet, que responsabiliza provedores por ações realizadas por terceiros em suas plataformas digitais.

Veto à regulamentação

Em contrapartida às discussões sobre o PL das Fake News, o deputado Coronel Chrisóstomo (PL-RO) apresentou nesta semana um projeto que visa proibir a regulamentação das redes. O parlamentar alega que vedar o controle das plataformas pelo Estado é essencial para garantir o seu livre funcionamento e a liberdade de expressão.

Indireta presidencial

Em meio às polêmicas entre Elon Musk e STF, o presidente Lula optou por não mencionar diretamente o nome do dono da plataforma X em suas falas. Apesar da discrição sobre o assunto, o chefe do Executivo afirmou nesta terça-feira que “tem até bilionário fazendo foguete” enquanto há a necessidade de recursos para preservar o nosso planeta.

Moção de louvor

Majoritariamente bolsonarista, a Comissão de Segurança Pública da Câmara aprovou nesta terça-feira uma moção de aplauso e louvor a Elon Musk. O requerimento, validado em votação simbólica, reconhece a atuação do dono do X para supostamente “enfrentar a censura política imposta pela Justiça brasileira”.

Futuro do Perse

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira o requerimento de urgência para votação em plenário do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos. Alvo de resistência do Ministério da Fazenda, o projeto estabelece que a iniciativa de apoio ao segmento seja encerrada gradualmente, com suspensão total somente em 2027.

Distensionamento pelo Executivo

O entorno do presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, permanece alerta frente à incerteza de sua permanência no órgão, mas agora, com menos tensão. Aliados do chefe da estatal avaliam que os recentes diálogos entre membros do Executivo sobre o cargo reduziram a pressão pela sua saída da entidade.

Educação midiática

O governo federal pretende formar cerca de 300 mil educadores e 400 mil trabalhadores da saúde para auxiliar na educação midiática da população. A meta, incluída no Plano Plurianual 2024-2027, está integrada à estratégia do governo para o combate à desinformação, voltada à segurança do ambiente digital.

Apreensão de bens

O Banco Santander solicitou à Justiça nesta semana uma investigação sobre os bens de Jair Renan, o filho 04 de Jair Bolsonaro, para possível penhora ou arresto. A medida foi apresentada após a instituição não conseguir intimar o pré-candidato a vereador de Balneário Camboriú (SC) por uma dívida de R$360,2 mil.

Compromisso orçamentário

Alvo de frequentes pedidos de apoio do Ministério da Fazenda, o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta semana que o Legislativo está comprometido com o equilíbrio das contas da União. O líder parlamentar garante que as Casas avaliarão os impactos aos cofres públicos durante as tomadas de decisões e afirma que deve acelerar a votação sobre propostas que diminuam a dívida dos estados com a União.

Armas no campo

A Comissão de Agricultura do Senado vota nesta quarta-feira um projeto de lei que autoriza o porte de fuzis para vigilantes em propriedades rurais. A proposta amplia o conjunto de armas permitido para a categoria, atualmente restrito a revólveres de calibre 32 ou 38.

Isenção do IR

O Senado deve votar nos próximos dias o projeto de lei que reajusta a faixa de isenção do Imposto de Renda para até dois salários mínimos. Tramitando em regime de urgência, a proposta do Executivo federal visa fixar o conteúdo de uma Medida Provisória apresentada em fevereiro, a qual perderá validade na metade de 2024.

Bloqueio de celulares

A Comissão de Segurança Pública do Senado aprovou nesta terça-feira um projeto de lei que torna mais rígidas as medidas para impedir o uso de celulares nos presídios. A proposta, que segue para a CCJ, amplia a aplicação de bloqueios de sinal nas unidades prisionais, além de suspender automaticamente o sigilo ou restrição de comunicação de apenados.

Velha maconha

O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) criticou nas redes sociais a emenda apresentada à PEC das Drogas que visa liberar a cannabis para uso medicinal. O parlamentar gaúcho desacredita no uso da planta para tais fins e diz que o texto visa avançar com a liberação da “velha maconha” sob a “desculpa de que cura doenças”.

Visita da defensoria

O prefeito Sebastião Melo recebeu nesta terça-feira o novo defensor-público-geral do RS, Nilton Leonel Arnecke Maria. O chefe da Defensoria Pública gaúcha entregou o convite para sua posse, nesta semana, ao líder porto-alegrense e destacou a importância da parceria entre as instituições para a resolução de conflitos urbanos e diminuição de judicializações.

Cidadania digital

A Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre iniciou nesta terça-feira uma formação sobre cidadania digital para professores da rede municipal de ensino. Os educadores serão capacitados para abordar a temática nas escolas, de modo a preparar os alunos para o uso de ferramentas tecnológicas.

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul.
O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bruno Laux

Operação tartaruga
Notícias da Assembleia Legislativa do RS
https://www.osul.com.br/panorama-politico-409/ Panorama Político 2024-04-10
Deixe seu comentário
Pode te interessar