Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Mostly Cloudy / Wind

Rio Grande do Sul Prefeitos gaúchos prometem colaborar para o cumprimento das novas restrições às atividades no Estado

Compartilhe esta notícia:

Comando da Famurs se reuniu com o governador Eduardo Leite antes da divulgação das medidas. (Foto: Divulgação/Famurs)

As mudanças no decreto do distanciamento controlado contam com o apoio das prefeituras para conter o avanço da pandemia de coronavírus. A garantia é do comando da Famurs (Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul), que participou de uma reunião com o governador Eduardo Leite antes da confirmação oficial das medidas, nesta terça-feira (1º).

Por unanimidade, a diretoria da entidade e seus representantes regionais concordaram com o plano do Palácio Piratini, que recua no afrouxamento de restrições, inclusive no âmbito das atividades do comércio, sobretudo para áreas do mapa gaúcho com bandeira vermelha (alto risco para coronavírus) – nesta semana, 19 das 21 “Regiões-Covid” do Estado estão sob tal classificação.

O presidente da Famurs e prefeito de Taquari (Vale do Taquari), Maneco Hassen, colocou a entidade novamente à disposição para ajudar a conter o aumento acelerado de casos e os prefeitos manifestaram conformidade com as propostas apresentadas. “O momento exige unidade, por isso concordamos de forma unânime, com as propostas apresentadas pelo governador”, enfatizou o dirigente.

O grupo também contribuiu com sugestões para melhorar a fiscalização do cumprimento das medidas nos municípios. Dentre as propostas encaminhadas pelos prefeitos estão o patrulhamento pelo Exército, funcionamento de serviços de tele-entrega até as 22h (seguindo o horário proposto aos restaurantes) e ampliação do horário de funcionamento dos bares (a fim de evitar aglomerações nas ruas), além da revisão dos protocolos voltados para o esporte coletivo (em virtude de a prática ser mais recorrente durante o verão).

“Ações de patrulhamento do Exército Brasileiro não são realizadas no contexto da Operação Covid-19”, informou a Força por meio de nota.

Alerta

A Famurs também reforçou o alerta sobre um novo tipo de golpe aplicado em prefeitos e vereadores de todo o País. Conforme a PGJ (Procuradoria-Geral de Justiça) do Rio Grande do Sul, criminosos têm se passado por membros do MP (Ministério Público) para entrar em contato com Executivos e Legislativos municipais de diversas localidades, na tentativa de aplicar golpes e obter vantagens financeiras.

O titular da PGJ, Fabiano Dallazen, ressalta que os contatos, em geral, estão sendo realizados por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, utilizando contas falsas de promotores de Justiça (inclusive com o uso de fotos verdadeiras) para apresentar alegações que resultam em falsos pedidos de ajuda financeira.

“A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul orienta que prefeitos e vereadores que receberem mensagens neste teor, verifiquem a veracidade antes de enviar qualquer informação”, ressalta a entidade.

O alerta partiu de um ofício do gabinete do procurador-geral de Justiça para o gabinete da presidência da Famurs. O contato com o Ministério Público gaúcho pode ser realizado pelo telefone (51) 3295-1100 ou pelo e-mail siac@mprs.mp.br.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Porto Alegre já oferece teste de coronavírus com resultado em até 12 horas
Quadrilha toma ruas e assalta banco em Cametá, no Pará, em ação parecida com a que ocorreu em Criciúma
Deixe seu comentário
Pode te interessar