Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
12°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Flávio Pereira Vacina defendida por Doria custa o triplo da vacina que governo federal quer adquirir

Compartilhe esta notícia:

Governador João Doria fica isolado após a reunião com ministro da Saúde. (Foto: Divulgação/Gov SP)

O governador de São Paulo João Doria começa a perder aliados e ficar isolado entre governadores e prefeitos, depois de cometer uma grosseria contra o ministro da Saúde Eduardo Pazuello na reunião da última terça-feira. Além das dificuldades para validar a vacina chinesa Coronavac junto à Anvisa, existe o preço da vacina.

Cada vacina da Coronavac defendida por Doria, custa US$ 10,30, enquanto a AstraZeneca, que vem sendo negociada pelo Governo Federal, custa US$ 3. A imunização, nos dois casos, é feita com duas doses da vacina.

Isto significa que, para imunizar a população brasileira, o custo seria de R$ 22,4 bilhões com a Coronavac, e cerca de R$ 6,7 bilhões com a de Oxford/AstraZeneca. A diferença seria de R$ 15,7 bilhões a mais caso a opção seja pela vacina chinesa.

Atualmente, 11 vacinas estão na última fase de testes em humanos e pelo menos quatro já divulgaram os resultados de segurança e eficácia desta etapa final.

Prefeitos pretendem comprar vacina

Ainda que o presidente Jair Bolsonaro tenha assegurado a vacinação gratuita e voluntária, prefeitos gaúchos pensam em adquirir com recursos dos seus municípios, a vacina chinesa.

Ontem, o presidente da Famurs e prefeito de Taquari, Maneco Hassen (PT), e os prefeitos reeleitos de São Leopoldo, Ary Vanazzi (PT), e de Esteio, Leonardo Pascoal (PP), representando a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre, assinaram com o Instituto Butantã, controlado pelo governador João Doria, um protocolo para figurarem na lista de espera da vacina chinesa.

Governadores cobram agilidade da Anvisa

A decisão da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de apressar a análise de todas as vacinas existentes no mercado, para autorizar seu uso emergencial contra o Covid-19, tem a ver com o documento dos governadores. Ontem, o governador gaúcho Eduardo Leite assinou o documento no qual os 27 governadores do Brasil, pediram à Anvisa a validação emergencial da vacina contra o coronavírus desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech, já aprovadas pela FDA (Food and Drug Administration). A FDA faz nos Estados Unidos um trabalho semelhante à Anvisa.

Bolsonaro: “Se o homem do campo tivesse ficado em casa, seria o caos”

Ao participar ontem da inauguração da segunda ponte do Guaíba em Porto Alegre, o presidente Jair Bolsonaro retomou o tema da saúde ao lembrar que “desde o primeiro momento nós falamos do tratamento precoce. Economia e Saúde têm que andar de mãos dadas. O campo não parou. Tivemos um momento anormal, com aumento de alguns preços, mas é menos ruim ter uma inflação do que o desabastecimento. Se o homem do campo tivesse ficado em casa, teria sido o caos do Brasil. Parabéns aos homens do campo”.

Professora do PT repete Lula e saúda a Covid

Revoltada com a derrota de Pepe Vargas (PT) à prefeitura de Caxias do Sul, a professora municipal Monique Eber, que concorreu a uma vaga na Câmara de Vereadores daquela cidade mas não foi eleita, chutou o balde: “Quando começou o Covid eu pensei: lindo, maravilhoso, vai morrer um monte de velhos. Velhos são machistas, racistas, reacionários, conservadores, e o PT vai se reeleger. Da direita, quantos mais morrerem de Covid, melhor”.

Lula: Ainda bem que a natureza criou o Covid

Em 20 de maio deste ano, Lula ao analisar o Covid, cometeu o sincericídio: “Ainda bem que natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus”.

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Exército poderá permanecer nas obras da BR-116 assumindo novos lotes
Rodrigo Maia, campeão do uso de jatinhos da FAB, vai perder a regalia em 2021
https://www.osul.com.br/vacina-defendida-por-doria-custa-o-triplo-da-vacina-que-governo-federal-quer-adquirir/ Vacina defendida por Doria custa o triplo da vacina que governo federal quer adquirir 2020-12-11
Deixe seu comentário
Pode te interessar