Últimas Notícias > Notas Mundo > Mais de 70 milhões de pessoas deslocadas

Ex-presidente da OAB de Roraima é investigado por suspeita de estuprar adolescente de 15 anos

A queixa foi feita pela avó da adolescente, que tem hoje 16 anos. (Foto: Reprodução)

Um advogado de 53 anos está sendo investigado por suspeita de estupro de uma adolescente de 15 anos. O inquérito contra o suspeito, que é ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Roraima, foi instaurado na Delegacia da Polícia Civil do Cantá, ao Norte do Estado, onde teria ocorrido o crime. As informações são do portal G1.

O advogado também já foi membro do Conselho Federal da OAB, informou o delegado responsável pela investigação, Juseilton da Costa e Silva.

Em nota, o advogado informou que a denúncia “é uma infâmia”. “Nego de forma veemente a prática de qualquer tipo de violência física ou sexual contra quem quer que seja. Não comentarei mais nada nesse sentido. Só falarei nos autos”, disse.

A denúncia contra ele foi registrada há cerca de 15 dias, por meio de um relatório do Conselho Tutelar do Cantá. A queixa foi feita pela avó da adolescente, que tem hoje 16 anos. Conforme o delegado, a vítima e testemunhas já foram ouvidas e só falta o investigado prestar depoimento.

A avó da garota procurou o Conselho Tutelar após a menina contar ser vítima de abusos. A menina havia ido passar uns dias na casa dela e se recusou a voltar à fazenda do advogado, onde vivia com a mãe e o padrasto, que trabalhavam para ele.

De acordo com o delegado, a garota relatou ter sido abusada quando completou 15 anos. O advogado teria ajudado a família com uma quantia em dinheiro para a festa de aniversário dela e depois a obrigado a manter relação sexual com ele.

“Ela fala que todas as vezes em que teve relação com ele não foi consentido”, disse o delegado, acrescentando que a vítima relatou ter sido ameaçada caso revelasse os estupros.

“Nessa quinta-feira, independente de ele ir ou não [prestar depoimento], nós vamos finalizar [o inquérito] e relatar ao Ministério Público”, afirmou o delegado.

Procurada, a OAB-RR, por meio da presidente em exercício Ellen Eurídice Rodrigues Cardoso, informou que o órgão não tem conhecimento da denúncia.

O Conselheiro Federal da OAB disse que o investigado atualmente não é membro do órgão e pontuou que “a iniciativa de procedimento disciplinar, nesses casos, é tomada pela Seccional à qual o advogado está vinculado”.

Exemplo de Boa Vista

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, declarou na manhã de quarta-feira (12) que Boa Vista é modelo para o Brasil em políticas públicas voltadas para crianças e adolescentes. O anúncio foi feito durante o Fórum Nacional da Primeira Infância, que ocorreu no Teatro Municipal da capital.

“Estamos usando Boa Vista como exemplo, tanto é que as organizações internacionais que nos apoiam vêm trabalhar com o piloto de Boa Vista. Hoje (no fórum) temos pessoas de vários lugares do mundo como Holanda e China, por exemplo”, disse.

Desde 2016 o Ministério da Cidadania desenvolve o programa “Criança Feliz”, que teve como base o “Família que Acolhe”, criado pela prefeitura de Boa Vista. O programa atende famílias com crianças de zero a seis anos com o objetivo de garantir o desenvolvimento infantil integral na primeira infância.

Para Osmar Terra, quanto mais cedo se investe em programas de apoio à família, maiores são as chances para que as crianças possam se desenvolver e aprender na escola. “Faz toda a diferença na aprendizagem os estímulos que a criança recebe nas fases iniciais da vida”, comentou.

O ministro ainda afirmou que a prefeita Teresa Surita (MDB) promove ações que vão além das previstas pelo programa do governo federal por meio de visitas domiciliares, intervenções urbanas e atendimento médico.

“Esse é um trabalho para todos, que não tem classe social e de conhecimento, onde todos precisam conhecer esse estudos novos que mostram a diferença que é cuidar da primeira infância quando a pessoa se torna adulta”, declarou a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita.

Deixe seu comentário: