Terça-feira, 24 de Novembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Fair

Inter Abel explica escolhas e eliminação colorada: “Não tem tática. Não tem estratégia”

Compartilhe esta notícia:

Técnico conseguiu sua primeira vitória na nova passagem, mas foi eliminado nos pênaltis

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

O Inter chegou a sua primeira vitória com Abel Braga nesta novo comando, mas ela foi ofuscada por uma eliminação. Superou por 1 a 0 o América-MG no  jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, igualou o placar agregado, mas levou a disputa para os pênaltis. No entanto, na cobrança das penalidades, acabou eliminado por 6 a 5.

Na entrevista coletiva após a partida, o treinador colorado elogiou o desempenho da sua equipe, que chegou ao gol com Yuri Alberto nos segundos finais da partida. Na escalação, Abel surpreendeu ao optar por Rodinei ao invés de Heitor na lateral direita, e por Leandro Fernández no lugar de Yuri Alberto no ataque. Para o técnico, o movimento se deu puramente pela experiência em um momento de decisão.

Não tem tática. Não tem estratégia. Coloquei uma equipe mais experiente por causa do grau de dificuldade do jogo. O que caracteriza o adversário é recuperação de bola com transição rápida. Nosso negócio era errar o mínimo de passes. Fizemos bem. Mas faltou profundidade. Depois, a garotada conseguiu até o último lance o gol. Foi pena. Depois de jogar 90 minutos no campo adversário, é muito complicado”, disse Abel.

Na cobrança dos pênaltis, logo na primeira oportunidade colorada, o artilheiro Thiago Galhardo errou. Ao final, na quinta cobrança, Uendel também chutou para fora. Para o técnico, o Inter merecia “sorte melhor” nas penalidades. “O próprio Galhardo não treinou. Mas em oito pênaltis no ano, não havia perdido nenhum. A única coisa que eu lamento é que eles mereciam, nesse cara ou coroa, sorte melhor. Mas tivemos dignidade para perder. Faltou no menino, o Alexandre (do América-MG). Não tem que provocar. O vencedor tem que evitar esse tipo de preocupação que não leva a lugar nenhum”.

 “Quando o time não ganha, vocês vão achar tudo ruim. O Inter jogou 90 minutos dentro do campo adversário. Sem muita profundidade. Sem muita chance de gol. Concordo plenamente. Mas nós perdemos a classificação lá (em Porto Alegre), numa desatenção. Hoje tentaram fazer e não conseguiram”, lamentou o Abel.

Agora, o colorado vai em busca da recuperação da liderança do Brasileirão. No domingo (22),  recebe o Fluminense às 18h15, no Beira-Rio, pela 22ª rodada.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Inter

Nos pênaltis, o Inter perdeu para o América-MG e está fora da Copa do Brasil
Rodrigo Lindoso se desculpa por tumulto após eliminação para o América-MG
Deixe seu comentário
Pode te interessar