Terça-feira, 26 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Rio Grande do Sul Arquitetos constroem espaços de descompressão para profissionais da saúde em hospitais do RS

Compartilhe esta notícia:

A sala de descompressão é um espaço onde os profissionais podem se desconectar do trabalho durante a jornada, com o objetivo de obter relaxamento

Foto: Divulgação
(Foto: Divulgação)

O Arquitetos Voluntários Hack for Brazil COVID-19  é um coletivo que está organizando uma força-tarefa para construir espaços temporários e definitivos de descompressão para profissionais da saúde em hospitais de Porto Alegre e da Região Metropolitana.

O grupo tem como idealizadora a arquiteta Daniela Giffoni e é composto pelos mentores Aline Fuhrmeister, Bianca Russo, Dani Giffoni, Erika Listo, Felipe Helfer, Karen Feldman e Marcelo Minuscoli. O primeiro projeto das obras já foi entregue. O espaço de 370m² foi dividido em setores, contando com dormitórios, áreas de descompressão, vestiários, copa, salas de paramentação e salas privadas. Todos recebem design disruptivo a conceitos hospitalares, com poltronas, puffs e pinceladas de cores quentes para oferecer espaços mais motivadores, dando vida aos ambientes.

“Os hospitais não têm tempo para pensar nessas ações, por isso, criamos salas para os profissionais descansarem e diminuírem o stress entre as jornadas de trabalho. Esse ambiente é um carinho do Hospital de Clínicas para o profissional da saúde”, afirma Daniela Giffoni.

O Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, o Hospital Porto Alegre, o Hospital Ernesto Dornelles e o Hospital Geral de Novo Hamburgo já estão na lista para receberem a ajuda do grupo, que pretende, ainda, ampliar a ação para outros hospitais do Estado, inspirando, assim, outros arquitetos no Brasil. Cada mentor já tem o hospital com o qual trabalhará, além do seu grupo, gerenciando as ações e jornadas de trabalho das equipes de mão de obra.

Empresas de mobiliário, eletrodomésticos e revestimentos dos mais diversos já aderiram à causa com doações. Porém, uma das dificuldades enfrentadas pelo grupo é a busca por novos apoiadores – empresários, lojistas e indústria – para replicar o modelo em outros hospitais e não sobrecarregar apenas uma marca. Por isso, uma Vakinha on-line foi iniciada para arrecadar recursos a serem revertidos em produtos e materiais necessários. As doações podem ser feitas no site http://vaka.me/960758.

Esse movimento surgiu com a iniciativa da Grow, aceleradora de startups, que está puxando um Hackathon – evento para discutir ideias e desenvolver softwares a fim de criar soluções para problemas específicos – para o enfrentamento à Covid-19.

Participantes e hospitais

Hospital de Clínicas de Porto Alegre
Mentora: Daniela Giffoni
Integrantes: Karen Feldmann, Bianca Russo, Erika Listo, Marcelo Minuscoli, Felipe Helfer, Madia Borges e Cynthia Garcia

Hospital Porto Alegre
Mentora: Erika Listo
Integrantes: Sabrina Sbardelotto, Luciana Pestana, Fábio Sibemberg, Caroline Coelho e Dilmar Ferreira

Hospital Ernesto Dornelles
Mentora: Karen Feldman
Integrantes: Madia Borges e Cynthia Garcia, Aclaene Mello, Enio Brites, Juliana Moura, Monique Fontes e Lisiane Scardoelli

Hospital Geral de Novo Hamburgo
Mentor: Marcelo Minuscoli
Integrantes: Daniela Coutinho, Joana Deicke, Lilian Pereira e Marcelo John

Hospital Materno Infantil Presidente Vargas
Mentora: Aline Fuhrmeister
Integrantes: Cláudio Resmini, Cris Pacheco, Rogério Pandolfo, Tanise Petersen e Tiago Barella

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Brigada Militar aumenta para 84 o número de municípios gaúchos atendidos pelas Patrulhas Maria da Penha
Organização Mundial da Saúde diz que a saída da quarentena não seguirá a mesma receita em todos os países
Deixe seu comentário
Pode te interessar