Sábado, 04 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Armando Burd Chegam os abalos que já existem

Deputado Rodrigo Lorenzoni, autor da Lei da Liberdade Econômica, que vai impulsionar o empreendedorismo no Estado. (Foto: Vinicius Reis/Agência ALRS)

Se há um personagem no ministério que precisa proteção com blindagem é Paulo Guedes. O uso do famoso revestimento de aço contra projéteis faz-se necessário, ainda mais quando o chefe dispara. Fica difícil entender o motivo que levou o presidente Jair Bolsonaro a surpreender com declarações enigmáticas sobre a permanência de Guedes.

O ministro da Economia não habita um mundo à parte. Qualquer declaração é observada pelos mercados de produção, consumo e financeiro e tem consequências.

Vai pisar nos calos

O líder do PT no Senado, Rogério Carvalho, protocolou requerimento de convocação do ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno. Quer explicações sobre suas acusações contra o Congresso de que chantageia o governo e só pede favores em troca de votos. A decisão sobre o comparecimento será tomada pelo plenário na próxima semana.

A tendência é que entre em campo o time do deixa isso pra lá. Se o general comparecer, dirá o que a maioria não gostará de ouvir.

Grande contribuição

Rodrigo Lorenzoni entregou ontem a vaga de titular a Ruy Irigaray, que deixou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Da tribuna, o líder do governo, Frederico Antunes, e Pepe Vargas, do PT, elogiaram sua atuação na Assembleia Legislativa durante 11 meses. A iniciativa mais destacada foi a apresentação e aprovação do projeto da Lei de Liberdade Econômica, que incentiva o empreendedorismo.

Caixa engorda

O placar eletrônico Impostômetro chegou ontem pela manhã a 400 bilhões de reais. A contagem do que os brasileiros pagam começou a 1º de janeiro deste ano. O valor foi atingido dois dias antes na comparação com 2019.

Jornada heroica

A 21 de fevereiro de 1945, após 12 horas de combates, a Força Expedicionária Brasileira conquistou Monte Castelo na Itália. Para dificultar a visão dos atiradores inimigos, que estavam nas melhores posições, nossos soldados queimaram óleo diesel, criando uma nuvem de fumaça escura. Contaram com a ajuda da artilharia comandada pelo general Cordeiro de Farias e da aviação.

Cordeiro de Farias tinha sido governador do Rio Grande do Sul, de março de 1938 a setembro de 1943. Deixou o cargo para se engajar nas tropas que lutaram durante a Segunda Guerra Mundial.

Incompletas

Não dá para cobrar muito da segurança pública: das 27 Polícias Militares no país, 25 têm menos integrantes do que o previsto. A única exceção é o Espírito Santo. Os contingentes vêm caindo anualmente desde 2012. Somando os batalhões, o déficit nacional é de cerca de 200 mil militares.

País dos extremos

Notícias publicadas por esta coluna a 21 de fevereiro de 2018:

1ª) Grávida de nove meses está em presídio de São Paulo por furto de comida.

2ª) Wesley Batista, milionário, grão fino e rei dos negócios corruptos, deixa a prisão.
Em dois anos, nada mudou.

Precisa surgir solução

Os deputados Dirceu Franciscon e Sebastião Melo passam a cobrar do governo do Estado sobre o colapso na integração do sistema público de transporte metropolitano. Não vão parar e falam em nome de milhares de prejudicados.

Deu no site

“Ciro Gomes culpa Bolsonaro por ataque ao irmão.” O sempre presidenciável do PDT atacou o bom senso.

Desastres

A Petrobras reconheceu, a 21 de fevereiro de 2000, o despejo de 1 milhão e 300 mil litros de óleo combustível na baía da Guanabara. Foi o segundo maior vazamento no país. O caso mais grave ocorreu em 1975, quando o navio Tarik derramou 6 milhões de litros de óleo na mesma baía.

De resto, a baía segue recebendo esgotos sem tratamento todos os dias.

Outro lado da festa

O desejo dos foliões é de que os dias de Carnaval tenham tempo bom. Depois, entrará a torcida dos prefeitos e do resto da população para que não chova. Com qualquer enxurrada, toneladas de lixo atirados sem responsabilidade acabarão nos esgotos pluviais.

Com a prática ao lado

Algumas faculdades de Brasília lecionam a teoria do desperdício. Inclui aulas práticas. Basta que os alunos olhem para os lados.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Armando Burd

Fatos históricos do dia 20 de fevereiro
Deputados gaúchos já admitem votar novas alíquotas dos PMs
Deixe seu comentário
Pode te interessar