Quarta-feira, 08 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Partly Cloudy

Mundo Indícios apontam que o atirador que matou nove pessoas em bares na Alemanha era extremista de direita

O atirador foi encontrado morto na sua casa

Foto: Reprodução
O atirador foi encontrado morto na sua casa. (Foto: Reprodução)

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse que há muitos indícios de que o atirador que matou nove pessoas em dois bares em Hanau, na noite de quarta-feira (19), era um extremista de direita. Ela afirmou que o ataque teria sido motivado por racismo.

“O racismo é um veneno, o ódio é um veneno, e esse veneno existe na sociedade e é responsável por muitos crimes”, afirmou Merkel.

Os bares eram frequentados por imigrantes. O atirador foi encontrado morto na sua casa. Segundo a polícia, ele é alemão, tem 43 anos, praticava tiro esportivo e havia comprado armas de forma legal.

O assassino deixou uma carta na qual defende visões da extrema direita, que é fortemente contrária à imigração.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Senador baleado no Ceará saiu da UTI
Duas toneladas de alimentos impróprios para o consumo são apreendidas no litoral gaúcho
Deixe seu comentário
Pode te interessar