Terça-feira, 20 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Esporte Messi e Neymar criticam o Barcelona por dispensar Suárez

Compartilhe esta notícia:

MSN: entre 2014 e 2017, trio de sul-americanos marcou 228 gols pelo Barcelona. (Foto: Reprodução/Instagram)

Lionel Messi, Luis Suárez e Neymar formaram o “MSN”, um dos trios de ataque mais letais e memoráveis da história do futebol. A partir desta sexta-feira (25), cada um defende uma camiseta diferente e o único a permanecer no Barcelona não está nada satisfeito com a situação. Messi, que seguiu no clube a contragosto, para evitar problemas legais, fez um desabafo sobre a saída do melhor amigo, Suárez, que foi dispensado pela nova comissão técnica e se transferiu para o Atlético de Madri.

“Você merecia ter uma despedida pelo que é: um dos jogadores mais importantes da história do clube, conquistando coisas importantes em grupo e individualmente. E não ser expulso como eles fizeram. Mas a verdade é que neste momento nada me surpreende ”, cravou Messi, na legenda de um álbum de fotos de momentos em campo e fora – toda a família do argentino e do uruguaio se tornaram bem próximas.

“Já tinha ideia, mas hoje entrei no vestiário e a ficha caiu muito. Como vai ser difícil não continuar compartilhando o dia a dia com você, tanto no campo quanto fora dele. Sentiremos muito a tua falta. Foram muitos anos, almoços, jantares … Muitas coisas que nunca serão esquecidas, todos os dias juntos”, escreveu Messi. “Te desejo o melhor no seu novo desafio. Te amo muito, amo muito vocês. Até logo, amigo”, continuou.  Em seis temporadas, Suárez conquistou 13 títulos e se tornou o terceiro maior artilheiro da história do Barcelona com 198 gols.

Neymar, que trocou o Barcelona pelo PSG (Paris Saint-Germain) em 2017 na transferência mais cara de todas os tempos (222 milhões de euros) entrou na conversa: “É incrível o que eles fazem”, comentou na postagem, em alusão à diretoria. Há pouco mais de um ano, o brasileiro não mediu esforços para retornar à Catalunha, mas a negociação naufragou, sob troca de acusações entre ele e a diretoria.

A postagem de Messi escancara de vez a crise entre o maior ídolo da história do clube e o presidente Josep Maria Bartomeu e também com o técnico holandês Ronald Koeman, responsável pela dispensa de Suárez. Aos 33 anos, o argentino está em seu último ano de contrato e deve fazer sua temporada de despedida no Camp Nou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

O atacante Luis Suárez realizou e foi aprovado nos exames médicos do Atlético de Madrid
Ex-chefe da Ferrari, Stefano Domenicali será o novo presidente da Fórmula 1
Deixe seu comentário
Pode te interessar