Segunda-feira, 30 de Novembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Esporte Os judocas da seleção brasileira, Ketleyn Quadros e Rafael Macedo, viajam para a Europa para representar o país em competições

Compartilhe esta notícia:

Ketleyn Quadros (azul): Judoca da seleção brasileira e da Sogipa vai competir na Europa.

Foto: Divulgação
Ketleyn Quadros: Judoca da seleção brasileira e da Sogipa vai competir na Europa. (Foto: Divulgação)

O ano está só começando, mas Ketleyn Quadros e Rafael Macedo têm um compromisso importante na segunda-feira, dia 6. Os judocas da seleção brasileira e da Sogipa vão viajar para a Europa, onde irão treinar e competir.

A primeira parada será Mittersill, na Áustria, que recebe anualmente um dos treinamentos internacionais mais fortes do mundo. Ambos os atletas, juntos com a seleção, ficarão na cidade entre 7 e 14 de janeiro. Em seguida, a delegação parte com destino a Roma, na Itália, para um treinamento de cinco dias com judocas locais. Finalizando a etapa europeia, Ketleyn e Macedo farão suas estreias em 2020, no Grand Prix de Tel Aviv, em Israel. A competição será realizada entre os dias 23 e 25 deste mês.

“Eu me sinto feliz e motivada por começar o ano com a oportunidade de treinar na Áustria, em Roma e por competir em Israel. Acredito ser um ótimo início de temporada! Agora é aproveitar”, disse Ketleyn.

Judoca Rafael Macedo (azul)

Macedo também comentou a respeito: “É um ano muito importante, é o ano olímpico. Então, o planejamento tem que ser todo bem feito. A dedicação também tem que ser muito grande. Começar agora, com esses dois treinamentos fortes, com um alto volume de treino, é muito bom. Vai ser muito bom para o restante do ano”.

Caso a Olimpíada começasse hoje, Ketleyn e Macedo estariam classificados. Em 2019, os dois tiveram várias conquistas representando o país. A ceilandense ganhou uma medalha de ouro, no Grand Slam de Brasília, uma de prata, no Grand Prix de Budapeste, e duas de bronze, no Open de Oberwart e no Grand Slam de Abu Dhabi. Já o paulista faturou quatro: duas de prata, no Pan-Americano da modalidade e no Aberto da Oceania, e duas de bronze, no Grand Slam de Ecaterimburgo e no Grand Prix de Montreal. Além das conquistas, os judocas disputaram o Mundial.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Na cadeia, Adélio se estabiliza, lê livros jurídicos e ganha apoio para transferência
Para 43% dos brasileiros, número de moradores de rua aumentou
Deixe seu comentário
Pode te interessar