Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
15°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Bruno Laux Panorama Político

Compartilhe esta notícia:

(Foto: Ricardo Stuckert/PR)

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul. O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Aprovação incerta

Auxiliares do Planalto têm demonstrado preocupação nos bastidores sobre a possibilidade da Medida Provisória que criou a Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do RS não ser aprovada no Congresso. O texto, enviado no dia 15 de maio, tem validade imediata de 120 dias, que depende da votação dos parlamentares para ser estendida.

Aprovação incerta II

O principal obstáculo para a aprovação da MP que cria a secretaria extraordinária está no Senado, onde bolsonaristas mantém ampla resistência sobre o ministro da pasta, Paulo Pimenta. As críticas e ataques ao chefe ministerial aumentaram significativamente após o gaúcho ter acionado a PF para combater as fake news sobre as ações no RS.

Suspeitas eleitorais

A presença de Pimenta no RS, que já desagradava o entorno do governador Eduardo Leite nos bastidores, se tornou um incômodo ainda maior a partir da composição do gabinete do ministro. Aliados do líder estadual avaliam que a indicação de petistas para a pasta extraordinária pode ter objetivos eleitorais.

Resgate partidário

A composição da Secretaria Extraordinária no RS também foi alvo de críticas e ironia do deputado federal e correligionário de Leite, Aécio Neves (PSDB-MG). O parlamentar tucano afirma que, a partir das indicações, é possível avaliar que a prioridade do governo não é o resgate das vítimas das enchentes, mas sim o “resgate dos petistas derrotados nas eleições”.

Cestas para o RS

Cerca de 2 mil cestas de alimentos da Conab foram descarregadas nesta sexta-feira na Unidade Armazenadora da companhia em Canoas. A remessa integra o conjunto de 45 mil unidades adquiridas pelo órgão, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social, que serão transportadas do Rio de Janeiro para o RS.

De volta a Israel

O embaixador do Brasil em Israel, Frederico Meyer, retornou ao país do Oriente Médio nesta sexta-feira após quase três meses fora do território israelense. Apesar do retorno, o diplomata ficará afastado da Embaixada até que o Itamaraty tome uma decisão definitiva sobre seu futuro.

Retorno improvável

Para o assessor especial da Presidência para Assuntos Internacionais, Celso Amorim, Frederico Meyer não deve voltar a ocupar o comando da embaixada brasileira em Israel. O diplomata afirma que o embaixador foi humilhado pessoalmente pelo chanceler israelense, Israel Katz, quando convocado para uma oitiva em um memorial sobre o holocausto.

Previsões otimistas

As equipes do governo Lula estão otimistas em relação à votação do veto presidencial sobre o “PL das saidinhas”, o qual acreditam que será mantido. O líder do Executivo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), segue articulando negociações políticas para manter a decisão do presidente Lula sobre o texto.

Fundo do Clima

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou por unanimidade nesta semana o projeto de lei que destaca o combate ao desmatamento, queimadas e desastres naturais entre as ações que podem receber recursos do Fundo Nacional sobre Mudança do Clima. De autoria do senador Jayme Campos (DEM-MT), o texto segue agora para análise na Câmara dos Deputados.

Desculpa etária

O senador Hamilton Mourão (Republicanos-RS) esteve entre os assuntos mais comentados no X, nesta sexta-feira, após atribuir a ausência na crise do RS à sua idade “avançada”. Usuários da rede criticaram o parlamentar e o compararam com o ex-governador gaúcho Olívio Dutra, de 82 anos, que auxiliou no preparo de refeições para desabrigados em uma Cozinha Solidária.

Ajuda holandesa

O secretário-executivo do Escritório de Representação do RS em Brasília, Henrique Pires, foi recebido nesta sexta-feira pelo embaixador do Reino dos Países Baixos no Brasil, André Diessen. O encontro foi pautado pelo texto de um documento previamente enviado pelo governador Eduardo Leite, no qual solicita o compartilhamento de experiências técnicas de especialistas holandeses para questões relacionadas ao controle e bombeamento de água no RS.

Ajuda holandesa II

Uma missão técnica com especialistas holandeses visitará o RS no começo de junho para avaliar a situação do estado e discutir possíveis modelos de ação conjunta para controle das águas. A comitiva permanecerá por uma semana no território gaúcho levantando informações e avaliando possíveis soluções para a situação enfrentada pelo estado.

Repasse aos hospitais

A Secretaria Estadual da Saúde assinou nesta sexta-feira três convênios entre a rede pública de saúde e o Tribunal de Justiça do RS, para o repasse de recursos da Corte ao setor. Ao todo, as iniciativas somam R$13,64 milhões, integrados ao termo de cooperação assinado entre o Executivo e o Judiciário em dezembro de 2023.

Registro unificado

Mais de 41 mil pessoas impactadas pelas enchentes em Porto Alegre foram cadastradas no Registro Unificado da prefeitura da Capital. O levantamento vem sendo realizado por meio de uma plataforma on-line, além de pontos instalados em cinco espaços físicos e nos abrigos provisórios do município.

Secretaria extraordinária

O prefeito de Canoas, Jairo Jorge (PSD), sancionou nesta semana a lei que institui a Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do município. A pasta será responsável por coordenar e planejar políticas públicas de reconstrução da cidade, além de articular recursos e apoio junto às esferas estadual e federal.

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul.
O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bruno Laux

Notícias da Assembleia Legislativa do RS
Biden “melhora” merreca ao RS e o governo aceita
https://www.osul.com.br/panorama-politico-455/ Panorama Político 2024-05-25
Deixe seu comentário
Pode te interessar