Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Showers in the Vicinity

Colunistas Presidência de Luiz Fux restabelece compostura ao STF

Compartilhe esta notícia:

Presidente Luiz Fux, do STF e o presidente Jair Bolsonaro. (Foto: Nelson Jr./STF)

O ministro do Supremo Tribunal, Luiz Fux, em pouco mais de um mês desde sua posse na presidência, já deu largos passos na busca de recuperação da compostura da Suprema Côrte, abalada por presidentes que não tinham o cacoete da rotina da magistratura.

Foram poucos, mas marcantes episódios que levaram os demais membros do STF a perceberem que agora, a Côrte tem comando, mesmo sabendo-se que entre ministros não há hierarquia.

Foi assim no enfrentamento à confusão criada pelos ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski que controlavam as decisões da Segunda Turma, e depois, enfrentando o ministro Marco Aurélio, e o esquema de burla no sorteio de ministros para julgamento de Habeas Corpus de réus milionários.

Esta nova imagem que o STF começa a ganhar perante a sociedade,tem na sua raiz, uma razão de ser: Agora,o Tribunal está sob a presidência de um juiz de carreira que conhece a Judicatura, prestou concurso – e foi aprovado – para a Magistratura.

Democratas, que apoiaram a KKK e escravidão nos EUA, agora são os queridinhos da esquerda

A revista Veja traz uma interessante análise na sua última edição, que bem demonstra a habilidade da esquerda em produzir narrativas que transformam assassinos sanguinários , em doces personagens.

Isso acontece em Porto Alegre,e agora nos Estados Unidos onde Donald Trump e o partido Republicano são colocados como vilões e inimigos da sociedade.

Mas na Guerra Civil dos Estados Unidos (1861-1865), os fazendeiros escravocratas dos estados do Sul eram filiados ao Partido Democrata e lutaram contra os republicanos republicanos do Norte, capitaneados pelo abolicionista Abraham Lincoln. Logo após o conflito, foi fundada a Ku Klux Khan, a KKK, no Tenessee. Essa organização racista tinha entre os seus líderes vários políticos democratas.

Jair Bolsonaro: “Clorofila só para jumentos”.

No sábado, o presidente Jair Bolsonaro postou na sua página do Facebook uma foto ao lado do seu pet “Faísca” ironizando que “vacina obigatória,só para o Fapisca”. Depois da postagem Jair Bolsonaro recebeu em seu post, um comentário onde alguém perguntou se “a CLOROFILA” é obrigada pra ele também ou só prá ema”?

De bate-pronto Bolsonaro respondeu: “A vacina é para antes da doença. A hidroxicloroquina é para a pessoa já infectada. , já a”clorofila” só desperta interesse entre jumentos”.”A vacina é para antes da doença. A hidroxicloroquina é para a pessoa já infectada. , já a”clorofila” só desperta interesse entre jumentos”.

Golpe em Santa Catarina não funcionou

Conheça o outro lado do caso: o impeachment do governador Carlos Moisés (PSL)montado por deputados catarinenses, articulados pelo presidente da Assembleia Legislativa Julio Garcia (PSD), que assumiria por 180 dias o governo do Estado, acabou frustrado pelo voto desempate do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ricardo Roessler.

O voto de minerva garantiu a permanência da vice-governadora Daniela Reinehr no comando do governo e frustrou ao grupo do deputado Julio Garcia, denunciado na Operação Alcatraz pelos crimes de corrupção, peculato e fraude em licitação e contrato subsequente por corrupção e lavagem de dinheiro.

Acredite: Pessoal do Bolsa Família fez doações para candidatos

Um cruzamento de dados feito por órgãos de fiscalização mostra algo impressionante: mais de 23 mil beneficiários do Auxilio Emergencial do Governo Federal e do Bolsa Família fizeram doações para candidatos a prefeito e vereador. O total de doações chega a 3,8 milhões.

Impeachment de Marchezan pode ser votado dia 3 de novembro

A comissão especial da Câmara de Vereadores poderá votar o processo de impeachment do prefeito de Porto Alegre Marchezan Junior entre os dias 30 de novembro e 3 de novembro. Assim, ainda sobram seis dias para o julgamento do prefeito em plenário antes do prazo de 90 dias previsto no regimento interno. A partir desta segunda-feira, Marchezan terá cinco dias para apresentar sua defesa por escrito. Após, o relator, vereador Alvoni Medina (Republicanos), fará uma nova análise da acusação. Se Medina julgar a acusação improcedente e a comissão aprovar o relatório, o impeachment é arquivado. Mas pelo contrário, se julgar procedente e a comissão aprovar o documento, o processo será enviado à presidência da Câmara, que marcará o julgamento do prefeito em plenário.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Fatos históricos do dia 25 de outubro
Fatos históricos do dia 26 de outubro
Deixe seu comentário
Pode te interessar