Sábado, 30 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Porto Alegre Tendas atendem 866 pacientes em três pronto-atendimentos em Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Marchezan visitou a tenda instalada no Pronto-Atendimento Bom Jesus.

Foto: Jefferson Bernardes/PMPA
Marchezan visitou a tenda instalada no Pronto-Atendimento Bom Jesus. (Foto: Jefferson Bernardes/PMPA)

As tendas instaladas nos pronto-atendimentos da Bom Jesus, Lomba do Pinheiro e Cruzeiro do Sul atenderam 866 pessoas com quadro de síndrome gripal entre terça-feira (25) e domingo (29). Instaladas em frente às unidades para conter o avanço da Covid-19 (novo coronavírus), as estruturas de urgência e emergência evitam a circulação dentro do ambiente hospitalar. Se necessário atendimento mais complexo, os pacientes são encaminhados para os hospitais.

O prefeito Nelson Marchezan Júnior visitou nesta segunda-feira (30), a tenda do pronto-atendimento da Bom Jesus. O local recebeu o maior fluxo de pessoas das três unidades, com 336 no total. Ele ouviu dos especialistas que existem muitos casos de sintomas leves, mas há o alerta para a evolução da complexidade dos sintomas. “Sabemos do risco de mais óbitos e infectados até o início de abril. Por isso, as restrições aplicadas até aqui. Nossa maior preocupação é minimizar os impactos no sistema de saúde para que a estrutura tenha capacidade de receber a todos os necessitados”, enfatiza Marchezan.

Outras três tendas foram instaladas nos hospitais Restinga Extremo Sul, Vila Nova e Presidente Vargas. As instalações facilitam a triagem e o isolamento dos casos de maior gravidade. “Elas contam com profissionais para atender, examinar e orientar cuidados domiciliares. Se houver necessidade, a ambulância vem na entrada da tenda para transferir o paciente a uma unidade hospitalar”, finaliza o secretário municipal de Saúde, Pablo Stürmer.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Logística do País está garantida durante pandemia, diz ministro
O prefeito de Porto Alegre reitera a empresários a necessidade do isolamento total
Deixe seu comentário
Pode te interessar