Últimas Notícias > Notícias > Reconhecido quando abastecia o carro em um posto de combustíveis, um ex-prefeito de Cruz Alta foi preso no Litoral Norte

Debate aponta crise no setor arrozeiro gaúcho

Evento acontecerá na próxima segunda-feira (22) (Foto: AgroEffective/Divulgação)

Uma nova edição do ciclo de debates “Crise da Cadeia do Arroz e o Impacto Econômico Social nos Municípios” acontecerá na próxima segunda-feira (27), em Porto Alegre. O evento visa encontrar soluções para os problemas enfrentados pelo setor no Rio Grande do Sul.

O encontro é promovido pela a Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs), em parceria com a Federação das Associações de Arrozeiros do RS (Federarroz), a Federação da Agricultura do RS (Farsul), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no estado (Fetag/RS) e o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga). O debate ocorrerá na sede da Famurs, em Porto Alegre, a partir das 10h do dia 27.

O vice-presidente da Federarroz, Alexandre Velho, destaca que a ideia é mostrar a realidade da lavoura arrozeira, que afeta mais de 140 municípios. “Esperamos um grande número de produtores, prefeitos, deputados estaduais e federais e o governo do Estado para juntos buscarmos uma solução para esta atividade que grande parte do Estado depende para sua economia. Somos responsáveis pela segurança alimentar do Brasil para o arroz e queremos buscar soluções e renda para a nossa atividade”, aponta ele.

O presidente da comissão da Agricultura e Meio Ambiente da Famurs, Silvio Rafaeli, que é prefeito de Tapes (RS), afirma que deve ser resolvido, após mais de 30 anos: “Por isso estamos provocando para todos irem nesta reunião. A lavoura de arroz passa por um momento interessante. O seguro da lavoura de arroz terá um novo momento mas precisamos resolver o até agora”.