Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul Número de mortes causadas pela pandemia chega a 34.554 no Rio Grande do Sul

Compartilhe esta notícia:

Relatório epidemiológico desta segunda-feira ainda apresenta subnotificação de dados. (Foto: EBC)

O balanço epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (16) pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) ampliou para 1.422.000 a quantidade de testes positivos de coronavírus no Rio Grande do Sul desde o começo da pandemia, com um total de 34.554 mortes. A estatística inclui 911 novos casos confirmados e 16 mortes recentes.

Dentre os infectados até agora, ao menos 1.384.683 (97%) já se recuperaram, em todos os 497 municípios gaúchos. Outros 2.670 (1%) são considerados casos ativos (em andamento), o que abrange desde os assintomáticos em quarentena domiciliar até casos graves atendidos em hospitais.

A taxa média de ocupação das unidades de terapia intensiva (UTIs) por adultos estava em 57,3% no início da noite, conforme o painel de monitoramento covid.saude.rs.gov.br. Esse índice resulta da proporção de 1.892 pacientes para um total de 3.301 leitos da modalidade no Estado. Já o total acumulado de hospitalizações é de 108.848 (8%).

Perdas humanas

Confira, a seguir, as perdas humanas relatadas pelo novo balanço oficial, em ordem crescente conforme a idade da vítima, com idades entre 49 e 91 anos. A lista também menciona o gênero (masculino ou feminino) e o município de residência (e não onde foi registrado o óbito).

– Santa Cruz do Sul (homem, 49 anos);
– Nova Santa Rita (homem, 51 anos);
– Gravataí (homem, 54 anos);
– Caxias do Sul (homem, 59 anos);
– Alvorada (homem, 60 anos);
– Porto Alegre (homem, 62 anos);
– Passo Fundo (homem, 69 anos);
– Gravataí (homem, 71 anos);
– Pelotas (mulher, 72 anos);
– Pelotas (mulher, 75 anos);
– Soledade (homem, 75 anos);
– Rio Grande (homem, 78 anos);
– Viamão (homem, 78 anos);
– Caxias do Sul (mulher, 80 anos);
– Pelotas (mulher, 87 anos);
– Lajeado (mulher, 91 anos).

A título de curiosidade: apenas uma das 497 cidades gaúchas não tem até agora qualquer óbito por covid. Trata-se de Novo Tiradentes, localizada na Região Norte do Estado e que registra 120 testes positivos desde o começo da pandemia.

Andamento da vacinação

Já no que se refere à aplicação de vacinas contra o coronavírus, mais de 7,87 milhões de habitantes do Rio Grande do Sul receberam a primeira dose, o que representa 91,3% dos gaúchos com idade a partir de 18 anos (8,95 milhões) e 71,9% da população abrangida pelos 497 municípios (11,37 milhões).

O esquema completo de imunização, por sua vez, contempla até agora mais de 4,59 milhões de indivíduos – seja quem recebeu duas doses para fármacos com esse sistema ou os contemplados pela vacina da Janssen (apenas uma injeção). Isso representa 54,6% dos adultos residentes no Estado e 43% do total.

No caso específico da Janssen, as aplicações já chegaram aos braços de 300.653 gaúchos desde o dia 26 de junho. A informação consta na base de dados da Secretaria Estadual da Saúde, atualizada diariamente por meio das redes sociais e de link específico no site estado.rs.gov.br.

O relatório da SES ainda não menciona o avanço da campanha entre os adolescentes saudáveis. Também não há estatística, até agora, sobre a aplicação da dose de reforço para idosos residentes em asilos ou a partir de 70 anos, desde que tenham completado o esquema vacinal há pelo menos seis meses.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Em Passo Fundo, Defensoria Pública obtém liminar que proíbe pai de visitar filha de um ano por não querer se vacinar
Órgãos de Segurança fazem operação integrada contra homicídios em São Leopoldo
Deixe seu comentário
Pode te interessar