Sábado, 05 de Dezembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

Rio Grande do Sul Curso de Engenharia de Computação da Uergs é o melhor do RS na avaliação do Enade

Compartilhe esta notícia:

Atividade de campo da pesquisa Projeto Drones e Inteligência Artificial Aplicados à Agricultura de Precisão.

Foto: Mauricio Farias/Divulgação
Atividade de campo da pesquisa Projeto Drones e Inteligência Artificial Aplicados à Agricultura de Precisão. (Foto: Mauricio Farias/Divulgação)

O curso de Engenharia de Computação da Uergs (Universidade Estadual do Rio Grande do Sul) está em primeiro lugar no ranking das universidades que ofertam a graduação no Estado, de acordo com os resultados do Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) de 2019 divulgados esta semana. Essa graduação na unidade Guaíba da Uergs também está entre as 10 melhores do País.

Para a professora Adriane Parraga, coordenadora do curso de Engenharia de Computação da Uergs, os principais fatores que colaboram para o sucesso são o estímulo ao desenvolvimento de projetos, a qualificação do corpo docente e a dedicação dos alunos, alcançada graças aos vínculos que vão se criando ao longo do curso. “A gente cria um vínculo com os alunos da Uergs e essa forma como a gente se relaciona desenvolve uma parceria. Isso faz a diferença”, afirma.

“Eles estão sempre envolvidos em algum projeto de pesquisa, de extensão ou de monitoria, e isso é um fator importante. A qualidade dessa nota também se reflete na inserção profissional, pois a maioria dos nossos estudantes e egressos está realizando bons estágios e estão bem empregados”, acrescenta.

As pesquisas desenvolvidas no âmbito do curso estão relacionadas principalmente às áreas de processamento de imagens, sistemas embarcados, transmissão de dados em tempo real, desenvolvimento de aplicativos, inteligência artificial e aprendizado de máquinas, sistemas de detecção e tolerância a falhas. Alguns desses projetos são realizados em parceria com outras instituições de Ensino Superior, como a UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e a UFSM (Universidade Federal de Santa Maria).

“Esta avaliação reflete o trabalho extraordinário do corpo docente do curso de Engenharia de Computação, que tem estimulado a participação dos estudantes em seus projetos de pesquisa, nas ações de extensão e nas atividades de monitoria, criando um importante vínculo acadêmico. Além disso, as boas oportunidades de estágios acrescenta muito na formação. O reflexo está na empregabilidade de nossos egressos, conquistando espaços não só no Rio Grande do Sul, como também em outras regiões do Brasil e no exterior” enfatiza o reitor da Uergs, Leonardo Beroldt.

“É importante reconhecer que ainda não possuímos a estrutura necessária e precisamos continuar trabalhando para isso. Mais um motivo para creditarmos aos professores e alunos o mérito por este resultado”, acrescenta o reitor.

Entre os demais cursos da Universidade que participaram da avaliação, o curso de Agronomia da Unidade em Cachoeira do Sul é o terceiro melhor do Estado. O curso de Agronomia, em Três Passos, e o curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da unidade em Porto Alegre figuram entre os 10 melhores do Rio Grande do Sul.

Na edição anterior do Enade, o curso de Administração em Sistemas e Serviços de Saúde, da Uergs em Porto Alegre, obteve a nota máxima, 5.

De acordo com a coordenadora de Avaliação Institucional da Uergs, Jaqueline de Mattia, a universidade vem trabalhando na criação de novas estratégias para melhorar a cada ano os índices, pois essa avaliação é vista como um instrumento de melhoria da qualidade acadêmica e científica da universidade.

“Ficamos muito felizes com os resultados, pois temos um compromisso em consolidar a qualidade do ensino na Uergs. Esses números são importantes para colocar a universidade na vitrine da qualidade do ensino público no país. Nas avaliações em que ainda não atingimos o índice esperado, vamos trabalhar para um diagnóstico mais preciso para que possamos traçar estratégias que possibilitem melhorias futuras para a reestruturação das atividades de ensino, de pesquisa e de extensão”, afirma.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Com 41.726 casos confirmados, Porto Alegre tem 233 adultos internados em UTI por coronavírus
Incertezas para 2021 e impactos do déficit do RS nos setores produtivos são discutidos na Assembleia
Deixe seu comentário
Pode te interessar