Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Colunistas Jair Bolsonaro pede que governadores e prefeitos comecem a abrir o comércio, com responsabilidade

Compartilhe esta notícia:

Presidente Jair Bolsonaro na live realizada ontem. (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro fez ontem uma rápida avaliação dos fatos que se sucederam ao inicio do enfrentamento da epidemia do Coronavírus no país. Ele pediu que “governadores e prefeitos comecem a abrir o comércio, com responsabilidade. Caso contrário, os problemas vão se agravar, e muito no Brasil. Acredito no Paulo Guedes. ele tem dado entrevistas de forma positiva, avaliando que a economia vai pegar.”

“Medidas restritivas são de responsabilidade exclusiva de governadores e prefeitos.”

Jair Bolsonaro avaliou que “a nós coube dar meios e recursos para prefeitos governadores. A intenção de governadores prefeitos lá atrás era evitar uma transmissão muito rápida do vírus, de modo a que houvesse um acúmulo de pessoas contaminadas, na porta dos hospitais.

Eu não pude opinar sobre estas questões por decisão do Supremo Tribunal Federal. Então, as medidas restritivas são de responsabilidade de competência, ainda exclusivas de governadores e prefeitos.”

Decisão política do governo gaúcho libera futebol, mas mantém restrições ao comércio

A força do futebol como paixão popular, circunstância mencionada pelo próprio governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite, foi decisiva para que ontem fosse anunciada a liberação de treinamentos coletivos e dos jogos do campeonato estadual.

Incoerência mantém economia fechada

A liberação de treinamentos coletivos e de partidas do campeonato estadual, mediante o cumprimento de protocolos está correta. O que parece incoerente, é a manutenção de restrições ao funcionamento do comércio em seus mais diversos segmentos, o que poderia ocorrer, exigindo-se os mesmos protocolos, como usar máscara, fazer a higienização correta, manter o distanciamento mínimo e tomar todos os cuidados para evitar o contágio, como reforçou o governador durante a reunião que liberou o futebol. Comércio e indústria, além de pagarem impostos e geram empregos, não têm porém o mesmo apelo popular – e eleitoral – que o futebol.

MPF assina com prefeitos gaúchos TAC do tratamento precoce

Procurador da República Alexandre Schneider assina nesta sexta-feira, em Bento Gonçalves, um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com quase uma centena de prefeitos da Serra gaúcha, para a adoção de um protocolo básico para implantação do kit profilaxia para tratamento precoce de prevenção do vírus chinês. Este é o contraponto ao discurso único que defende apenas o confinamento de pessoas como alternativa de conter a propagação do vírus. Segundo o advogado Gladimir Chielle, hoje existem mais de 200 prefeitos dispostos a se ajustarem ao protocolo que traz prescrições para diferentes grupos de pacientes, destacando-se o uso da ivermectina e da hidroxicloroquina.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Ineficácia do “Fique em Casa”, leva mais de 100 municípios a buscarem ações alternativas contra o Covid no RS
Fatos históricos do dia 10 de julho
Deixe seu comentário
Pode te interessar