Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Economia Mais 400 mil podem sacar e transferir o auxílio emergencial a partir desta quinta-feira

Compartilhe esta notícia:

Os saques e transferências serão realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador e vão até o dia 18 de julho

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Banco também vai pagar novas parcelas a aprovados no primeiro lote que tiveram o benefício suspenso em maio. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A Caixa Econômica Federal libera a partir desta quinta-feira (09) os saques e transferências da primeira parcela do Auxílio Emergencial para os aprovados inscritos no aplicativo e site dentro do terceiro lote, e que aniversariam em abril – um total de 400 mil trabalhadores. Ao todo, o lote inclui 5,9 milhões de beneficiários.

Os saques e transferências serão realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador e vão até o dia 18 de julho. Esses trabalhadores já tiveram o dinheiro liberado na poupança social digital entre os dias 16 e 17 de junho.

São 400 mil trabalhadores nascidos a cada mês que poderão fazer o saque dentro desse lote, com exceção de dezembro, que soma 500 mil beneficiários. Já a segunda parcela para os aprovados do terceiro lote ainda não tem data definida.

Balanço

Segundo a Caixa, 65,2 milhões de beneficiários já receberam o Auxílio Emergencial dentro das parcelas 1, 2 e 3, totalizando R$ 121,1 bilhões. Dos 108,9 milhões de cadastros no programa, 107,7 milhões foram processados. Cerca de 832 mil ainda esperam por reanálise, todos inscritos no aplicativo e site do auxílio, enquanto cerca de 1,2 mil ainda estão em primeira análise.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Latam Brasil entra no processo de recuperação judicial do grupo nos Estados Unidos em razão da crise do coronavírus
Vinte bairros de Porto Alegre ficam sem água
Deixe seu comentário
Pode te interessar