Segunda-feira, 01 de Março de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Partly Cloudy

Brasil Medidas para restringir a circulação de pessoas são ampliadas no Amazonas

Compartilhe esta notícia:

O Estado enfrenta um colapso no sistema de saúde

Foto: Ingrid Anne/Prefeitura de Manaus
O Estado enfrenta um colapso no sistema de saúde. (Foto: Ingrid Anne/Prefeitura de Manaus)

Anunciada no sábado (23) pelo governo do Amazonas, a ampliação de medidas restritivas para reduzir a taxa de infecção pelo coronavírus no Estado  entrou em vigor nesta segunda-feira (25).

Entre as determinações, está a ampliação para 24 horas do período de restrição da circulação de pessoas no Estado durante o período de sete dias.

De acordo com decreto publicado pelo governo, podem funcionar, durante o período de restrição de circulação, apenas supermercados varejistas e atacadistas de pequeno, médio e grande porte e padarias, no período das 6h às 19h. Já os mercados e feiras devem abrir das 4h às 8h. As drogarias e farmácias podem funcionar 24 horas, assim como os serviços essenciais das áreas da saúde e segurança.

O decreto com as restrições diz que é permitida a circulação de pessoas para a aquisição de produtos essenciais à vida, limitada a uma pessoa por núcleo familiar. O delivery só é permitido das 6h às 22h para serviços essenciais, como os de venda de alimentação.

Os postos de combustíveis podem funcionar sem a abertura das lojas de conveniência.

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, o índice de contaminação pelo coronavírus no Estado tem taxa de transmissão de 1,3, a mais alta do País. Isso significa que cada grupo de cem pessoas infectadas transmite o vírus para 130.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Presidente mexicano López Obrador anuncia que está infectado pelo coronavírus
Pesquisa Datafolha aponta que 48% dos entrevistados reprovam o desempenho de Bolsonaro na pandemia; 26% aprovam
Deixe seu comentário
Pode te interessar