Sábado, 29 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Colunistas Pacote de Recuperação avança no Congresso

(Foto: Ag. Câmara)

Aguardado com expectativa por estados como Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, o pacote de recuperação fiscal foi aprovado ontem em Brasília pelo Plenário da Câmara dos Deputados, por 348 votos a 2, com uma emenda do deputado Giuseppe Vecci (PSDB-GO), que inclui no texto a permissão de renegociação de dívidas com base na Lei 8.727/93, prevendo novo prazo de pagamento de até 240 meses e prestações calculadas pela tabela Price.

A novidade é que esta emenda trata ainda de renegociações de dívidas perante o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. A emenda, é o que se costuma chamar no Congresso de “Jabuti”: uma espécie de carona pra ajudar outras áreas não incluídas na proposta original.

E agora?

A defesa do presidente Michel Temer na ação movida pelo PSDB que pede a cassação da chapa Dilma-Temer juntou ao processo um parecer assinado pela advogada Samantha Ribeiro Meyer-Pflug Marques. Ela é a ex-mulher do ministro Gilmar Mendes, o atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Corte onde o caso será julgado.

O que disse o general Augusto Heleno

O general do Exército Augusto Heleno, um dos nomes mais respeitados nas Forças Armadas, é um dos críticos das decisões do STF em soltar os presos da Lava-Jato. De acordo com ele, ” os ministros, agindo desta forma, estão causando um mal à sociedade.

As pessoas estão revoltadas e inseguras com um Supremo que, ao invés de punir os criminosos, acabam proporcionando a eles prisões domiciliares, sendo que outros presos, com crimes mais simples, são condenados a ficarem muito tempo presos. Parece que o poder da riqueza é um dos conceitos para a liberdade no País.”

Queda dos juros agrícolas

Em audiência pública ontem na Câmara dos Deputados com a presença do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, o deputado gaúcho Alceu Moreira (PMDB) defendeu a queda na taxa de juros para financiamentos agrícolas.

Na barra da saia da falecida

Nos momentos de maior contradição ontem perante o cerco probatório que lhe impôs o juiz Sérgio Moro,,o ex-presidente Lula,na condição de réu no processo que apura ocultação de bens,atribui à falecida esposa, Marisa Letícia, as tratativas sobre a compra e eventuais reformas no famoso triplex do Garujá.

Tratando os desiguais

Agora que um dos processos que coloca como réu o ex-presidente Lula se encaminha para sentença,o ministro Marco Aurélio,do STF, disse ontem que “não é momento de prender”,referindo-se às prisões determinadas pelo juízo de primeiro grau na Operação Lava Jato.

Governo busca voto evangélico pra a PEC 287

Com aval do presidente Michel Temer, a Casa Civil sinalizou ao vice-líder do governo Darcísio Perondi que, diante da posição da igreja católica oficialmente contrária à reforma da Previdência, o governo acelere a aproximação com deputados evangélicos.

Nesta aproximação,o governo dá sinais de que está disposto à destravar as concessões de rádio e TV no Ministério das Comunicações, além de apoiar projeto que isenta de IPTU tempos religiosos alugados, em troca de votos favoráveis à Proposta de Emenda à Constituição , a PEC 287.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Jogo de esgrima no 1° round
Fatos históricos do dia 12 de maio
Deixe seu comentário
Pode te interessar