Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Acontece Pets podem apresentar mudanças de comportamento com volta dos tutores ao trabalho presencial

Compartilhe esta notícia:

(Foto: Divulgação)

Com o avanço da vacina e a diminuição dos casos de contágio e mortes provocadas pela Covid-19, as atividades que antes eram restritas, estão voltando a funcionar de modo presencial. Os pets que se acostumaram com os seus tutores, na maior parte do tempo em casa, podem apresentar mudanças de comportamento, devido o retorno dos seus responsáveis aos trabalhos.

O veterinário e coordenador do Hospital Veterinário (Hovet) da UniRitter, Diego Norte, explica a relação:“Pode parecer controverso, antes eles estranharam os seus tutores em casa o tempo inteiro e agora podem estranhar suas saídas. Mas a questão não é a relação deles com os humanos, e sim a suscetibilidade dos pets às demasiadas alterações no dia a dia – que, nesse caso, ocorrem em ambas as situações”, salientou Norte.

A cada mudança no ambiente onde o pet vive, torna-se ainda mais importante prestar atenção nas suas alterações de comportamento. Se possível, para que ele melhore em pouco tempo, o ideal é que a troca de rotina aconteça de forma gradual.

Abaixo, está listado possíveis atitudes de cães e gatos que podem ajudar na identificação de irritações e incomodações que eles possam sentir. Caso os bichinhos mudem suas reações habituais sem ter havido troca de rotina, a indicação é pela orientação do veterinário que conheça o histórico do paciente para a identificação da causa do problema.

Cães

Alimentação
Modificação no interesse, para mais e para menos. Cuidar se o animal começar a apresentar muito apetite e vontade de comer a todo momento ou, ao contrário, se ele não mexer no alimento até que o tutor chegue em casa.

Rebeldia
Exemplo: lamber ou roer patas e unhas, mexer em móveis, sapatos, controles remotos.

Higiene
Quando deixa de fazer as necessidades fisiológicas nos locais indicados ou nos passeios.

Gatos

Esconderijos
Passa a se esconder nos locais, como embaixo da cama, atrás ou no interior de armários e nas prateleiras.

Higiene
Deixam de usar a caixinha sanitária.

Rebeldia
Viram o pote de água, cavam a caixa de areia e colocam a terra para fora, fazem bagunça, arranham objetos, puxam fios de sofás e colchas, derrubam porta-retratos, andam por cima dos móveis. Tudo para chamar atenção e sinalizar que não estão contentes.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

Granpal propõe criação de fundo para custear isenções do transporte com participação da União e do Estado
Unidade da Gaúcha Clínica é inaugurada em Alvorada
Deixe seu comentário
Pode te interessar