Quinta-feira, 24 de Junho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Rio Grande do Sul Programa PopRua RS, que já atendeu 1,6 mil pessoas em situação de rua, é renovado

Compartilhe esta notícia:

Iniciativa já distribuiu cerca de 70 mil refeições e lanches em quatro municípios gaúchos

Foto: Felipe Farias/Ascom Stas
Iniciativa já distribuiu cerca de 70 mil refeições e lanches em quatro municípios gaúchos. (Foto: Felipe Farias/Ascom Stas)

A Stas (Secretaria de Trabalho e Assistência Social) confirma a renovação do PopRua RS nos municípios de Caxias do Sul, Pelotas, Porto Alegre e Rio Grande. Desde dezembro do ano passado, o programa atende a população em situação de rua por meio de acolhimentos institucionais que consistem na entrega de quentinhas e de EPIs (equipamentos de proteção individual), disponibilização de espaço para higienização e banho, encaminhamento para pernoite/alojamento e informação sobre trabalho, emprego e direitos humanos.

Nestas cidades, o relatório técnico aponta que houve 21.907 acessos, sendo 1.617 pessoas diferentes entre dezembro e o início do mês de março. Foram ofertadas 46.279 refeições (almoço e jantar) e 23.559 lanches (café da manhã e da tarde). Profissionais da Assistência Social prestaram 2.791 atendimentos até o momento, e 1.056 pessoas foram encaminhadas para pernoite/alojamento.

A iniciativa contempla todas as diversidades LGBTQI+ da população de jovens, adultos, idosos e famílias em situação de rua. “São estratégias de intervenção propostas pelo governo do Estado que possibilitam o atendimento às demandas mais básicas. Levando em consideração que a pandemia do coronavírus agravou, em especial, a condição da população mais pobre e vulnerável do Rio Grande do Sul, a extensão do PopRua RS é fundamental. Vamos seguir trabalhando para a garantia de direitos, dignidade e proteção, sendo indispensável a conjunção entre o poder público e organizações da sociedade civil”, afirma a secretária de Trabalho e Assistência Social, Regina Becker.

A iniciativa é resultado da parceria entre Estado, terceiro setor e empresas que contribuíram com recursos destinados ao fundo do Programa de Incentivo à Inclusão e Promoção Social (Pró-Social), que concede incentivo fiscal para o financiamento de projetos sociais no Estado às empresas, por meio da renúncia do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), autorizado pelo Executivo. O recurso, no valor de R$ 1,7 milhão, é proveniente do Fundo Estadual de Apoio à Inclusão Produtiva.

Porto Alegre

O PopRua RS foi renovado em Porto Alegre para mais três meses. Os atendimentos são realizados pelo Instituto Pobres Servos da Divina Providência – Centro de Educação Profissional São João Calábria, no Centro de Tradições Gaúchas Estância da Azenha (Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, 155, Praia de Belas), de segunda a sexta-feira, das 9 às 18h.

A meta segue em atender 200 pessoas ao dia. Até o momento, ocorreram 11.501 acessos. Destes, 742 pessoas diferentes. Foram ofertados 31.600 refeições, 11.750 lanches e 1.945 atendimentos com assistente social, sendo 431 individualizados. Outras 205 pessoas foram encaminhadas para acolhimento em pousada e 531 para pernoites, além da emissão de 54 passagens intermunicipais e encaminhamento para a realização de 54 testes para Covid na rede de saúde.

Caxias do Sul

Em Caxias do Sul, a iniciativa foi renovada para mais seis meses. Os atendimentos são realizados pela Associação Mão Amiga (Avenida Triches, 2.729, Cidade Nova), de segunda a sexta-feira, das 7 às 22h. Há 60 vagas, sendo 50 para homens e 10 para mulheres. Até o momento, foram 268 acessos, 7.328 refeições, 5.809 lanches e 239 atendimentos com assistente social e psicólogo. Ao todo, 11 pessoas tiveram encaminhamento para pernoite e 10 testes para Covid foram realizados. As equipes ainda realizaram outros 257 encaminhamentos referentes a mercado de trabalho, documentações e moradia.

Pelotas

O programa foi renovado para mais seis meses em Pelotas. Os atendimentos são realizados pelo Grupo Pela Educação Saúde e Cidadania – OSC Gesto, no Restaurante Popular (Rua Três de Maio, 1.068), por meio da abordagem social em parceria com a OSC Coletivo T Juliana Martinelli e em locais estratégicos, de segunda a sexta-feira, durante o dia e à noite.

A meta segue em atender 200 pessoas ao dia. Até o momento, foram 5.817 acessos, sendo 345 pessoas diferentes e que também foram atendidos por assistentes aociais. Foram ofertadas 3.600 refeições e 3.000 lanches, além de 287 encaminhamentos para alojamento/pernoite e 22 testes para Covid realizados. Houve distribuição de 607 kits de higiene, 98 kits agasalho (cobertas) e 2.000 kits de prevenção. Dos atendidos, 37 receberam encaminhamento para o Centro de Atenção Psicossocial.

Rio Grande

Em Rio Grande, o projeto foi renovado para mais seis meses. Os atendimentos são realizados pelo Grupo Pela Educação Saúde e Cidadania – OSC GESTO, no Restaurante Popular (Rua Rodrigo Duarte, 537), por meio da abordagem social, parceria com a ONG Doe Amor e em locais estratégicos, de segunda a sexta-feira, durante o dia e à noite.

A meta segue em atender 200 pessoas ao dia. Até o momento, foram contabilizados 4.321 acessos, sendo de 262 pessoas diferentes, que também foram atendidas por assistentes sociais. Houve oferta de 3.751 refeições e 3.000 lanches e 22 encaminhamentos para alojamento/pernoite, além da realização de sete testes para Covid. Foram distribuídos, ainda, 177 kits de higiene, 102 kits agasalho (cobertas) e 2.000 kits de prevenção. Dos atendidos, 12 foram encaminhados para o Centro de Atenção Psicossocial.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Quadrilha do “conto do bilhete premiado” é presa em Porto Alegre
Reino Unido nega que escassez de vacinas vá frear desconfinamento
Deixe seu comentário
Pode te interessar