Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Brasil TRF4 nega pedido de Lula para incluir mensagens hackeadas em processo do sítio de Atibaia

Compartilhe esta notícia:

Lula tem dito a aliados que, na hipótese de deixar a prisão em breve, pretende rodar o Brasil. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A Justiça negou o pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para incluir mensagens divulgadas pelo site The Intercept Brasil no julgamento da apelação contra condenação no caso do sitio de Atibaia. A decisão foi do desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre.

Na decisão, o desembargador disse que as mensagens são ilícitas e não podem ser aproveitadas como provas. No entendimento de Gebran, o produto de hackeamento de autoridades públicas não pode ser usado no processo. “Admitir-se a validade das invasões do aplicativo Telegram levaria a consequências inimagináveis e dados impossíveis de aferição. Vale lembrar que mesmo no âmbito judicial as quebras de sigilo telefônico ou telemático devem ser validadas no momento e pelos fundamentos da decisão judicial”, decidiu.

Em fevereiro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão na ação penal sobre as reformas realizadas no Sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Fique bem-informado: confira as cinco principais notícias desta terça-feira
Sol predomina em quase todo estado, mas vento aumenta sensação de frio nesta terça-feira
Deixe seu comentário
Pode te interessar