Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Mist

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Flávio Pereira Lasier quer permanecer em Brasília para acompanhar projetos importantes

Compartilhe esta notícia:

Senador Lasier Martins anunciou ontem que foco será a disputa à Câmara dos Deputados. (Foto: Divulgação)

Autor de projetos de lei que alteram a indicação de ministros do STF e da prisão para condenados em segunda instância, dentre outros, o senador Lasier Martins anunciou a retirada da sua candidatura à reeleição e a disputa de uma cadeira à Câmara dos Deputados. Lasier conversou ontem com o colunista e avaliou o cenário, no qual o seu partido não conseguiu formar alianças importantes, e sugere que sua permanência em Brasília seria importante para acompanhar esses projetos. Essa foi a principal razão que o fez recusar a sugestão do seu partido, o Podemos, para que concorresse à Assembleia Legislativa para atuar como “puxador de votos” e garantir a eleição de outros deputados do partido.

Jair Bolsonaro: autores da “Carta da Democracia” silenciaram sobre a ditadura de governadores e prefeitos

O presidente Jair Bolsonaro disse ontem, ao participar do encontro da Frente Parlamentar Evangélica, em Brasília, que a “carta da democracia” está mais próxima de tornar-se “carta dos banqueiros”. Jair Bolsonaro recordou: “Vimos durante a pandemia as arbitrariedades cometidas por alguns chefes de executivo pelo Brasil. Retiraram o direito de ir e vir, fecharam igrejas, prenderam mulheres, fizeram barbaridades. Ninguém falou a palavra “democracia”. Tudo podia ser feito. Vocês todos sentiram um pouco do que é ditadura. E nenhum daqueles que assinam cartinhas por aí se manifestou naquele momento. Nós continuamos dentro das 4 linhas por vários motivos: porque acreditamos no nosso povo e, acima de tudo, acredito e acreditamos no nosso Deus. Nós aprendemos – eu sou cristão – que tudo o que nós pudermos fazer aqui na Terra, nós devemos fazer. O que não for possível, nós entregamos na mão d’Ele, e Ele nunca nos abandonará”.

Fim da “saidinha” agora vai para o Senado

Com voto contrário dos partidos de esquerda, a Câmara dos Deputados aprovou ontem, a proposta que extingue a “saidinha”, as saídas temporárias de presos dos estabelecimentos prisionais. Aprovado em Plenário por 311 votos favoráveis e 98 contrários, o projeto segue para o Senado, que vai analisar as alterações dos deputados. Um dado juntado ao projeto, da Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo, aponta que naquele estado, 1.628 presos não retornaram às prisões após a saída temporária do final do ano de 2021.

MP quer impedir candidatura de Eduardo Cunha

Liberado graças a uma medida liminar concedida pelo Tribunal Regional Federal em Brasília, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, que pretende concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados, enfrenta agora um recurso do Ministério Publico. O Ministério Público Federal recorreu da decisão liminar expedida pelo desembargador Carlos Augusto Pires Brasão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região que suspendeu a inelegibilidade do ex-deputado federal Eduardo Cunha. Recentemente, o político obteve uma decisão favorável que devolveu seus direitos políticos e, com isso, possibilitou o ex-parlamentar a disputar as eleições em outubro deste ano. O MP pede a “imediata suspensão” da liminar apresentada pelo TRF.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Ministério da Defesa pede, e TSE libera nesta quarta-feira acesso a códigos-fonte do sistema eleitoral
União Brasil decide apoiar candidatura de Eduardo Leite no Estado
Deixe seu comentário
Pode te interessar