Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Futebol O próprio Renato vê méritos do Grêmio em vitória sobre o Flamengo e afirma que saída de Everton Ribeiro já estava combinada

Compartilhe esta notícia:

Time comandado por Renato Portaluppi e foi derrotado pelo Grêmio por 1 a 0. (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

No último domingo, no Maracanã, o Flamengo não repetiu o bom desempenho que vinha tendo sob o comando de Renato Portaluppi e foi derrotado pelo Grêmio por 1 a 0, na 21ª rodada do Brasileirão. Após o jogo – que deixou o time mais longe de Atlético-MG e Palmeiras na tabela –, o treinador buscou dar as explicações.

“Nem sempre vamos desempenhar o futebol que sabemos. No outro jogo, estivemos da mesma forma e vencemos. Digo isso desde o primeiro dia. Todos jogam uma Copa do Mundo contra o Flamengo. Todos querem tirar pontos de nós. É o segundo jogo sob meu comando que não fazemos gol. É uma decisão a cada jogo, não faltou luta. Todos se entregaram, mas sabíamos que seria difícil. O Grêmio se doou, correu e foi mais feliz fazendo o gol nos acréscimos do primeiro tempo”, afirmou o técnico do Flamengo, ainda no Maracanã.

Agora, o Flamengo volta as suas atenções para a disputa da semifinal da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira, no Maracanã, recebe o Barcelona de Guayaquil (EQU) no jogo de ida. A volta será em 29 de setembro, no Estádio Monumental.

De acordo com o treinador, algumas opções feitas neste domingo já foram pensando na partida de quarta, como a substituição de Everton Ribeiro e a entrada de Bruno Henrique, que voltou a atuar pelo time após três semanas.

“O treinador sempre procura o melhor para a equipe. Estávamos perdendo o jogo, coloquei o Bruno já como um teste para quarta. Deixamos Pedro e Gabi para empurrar a zaga. Eu não gosto de tirar o Everton, mas as pessoas não entendem e não têm acesso. O Everton não era nem para ter jogado. Está com um problema na perna. Disse que poderia jogar 45, mais, no máximo, mais alguns minutos. Colocamos porque é sempre uma decisão. E é por isso que saiu. Tem um jogo decisivo na quarta-feira. Temos problemas com Arrascaeta, com o Filipe. Por isso foi substituído naquele momento. Já estava combinado.”

Felipão

Após a quebra de um tabu de dez partidas sem vencer o Flamengo, o técnico Luiz Felipe Scolari ressaltou a importância da vitória do Grêmio dentro do Maracanã.

Com o gol do colombiano Borja, o Grêmio voltou a vencer o Flamengo, algo que não acontecia desde agosto de 2018. Dentro do Maracanã, o tabu era ainda maior, o triunfo tricolor no templo do futebol não acontecia desde 2014. Valorizando a vitória, o técnico gremista falou sobre os três pontos mas fez questão de manter o foco na fuga contra o rebaixamento: “Essa vitória veio no momento certo e nos da esperança de uma sequência melhor. A vitória foi ótima, mas ainda temos um longo caminho a percorrer”. As informações são do site Lance e da Rádio Grenal.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Futebol

Dani Souza celebra aniversário do filho em São Paulo e chora com vídeo de Dentinho na Ucrânia
“É uma dor que não acaba”, diz funcionária da CBF que denunciou o presidente afastado da entidade por assédio
Deixe seu comentário
Pode te interessar